Freios Automotivos – Tudo o que você precisa saber sobre esse sistema para não correr riscos.

Saiba qual a importância dos freios automotivos e de realizar a manutenção preventiva.

Um dos sistemas mais importantes para a segurança do automóvel, os freios automotivos jamais podem ter sua manutenção ignorada. Na verdade, ele é uma das principais preocupações da maioria dos motoristas, afinal qualquer problema neste mecanismo pode resultar em acidentes graves.

Entender como esse sistema funciona e quais sinais podem indicar problemas é essencial para não correr e nem oferecer riscos.

A função do sistema de freio automotivo é desacelerar e parar o veículo por completo, além de manter o carro parado quando estacionado.

Os automóveis convencionais, exceto os adaptados para pessoas com deficiência, possuem dois modos de acionamento, a alavanca e o pedal.

Outros modelos mais modernos já contam com acionamento automático, que através de sensores detecta possíveis colisões e freia automaticamente.

freios-automotivos

Principais componente do sistema de freio automotivo

Cada um dos componentes possui funções específicas e fundamentais. Conhecer cada uma delas é essencial, principalmente na hora da manutenção. O sistema de freio é composto basicamente pelos seguintes itens:

  • Disco de Freio;
  • Tambor;
  • Pastilha;
  • Lona;
  • Pinça;
  • Sapata de Freio;
  • Cilindro de Roda;
  • Fluido e;
  • Cabo de Freio.

 

Há dois tipos de sistema de freio: a disco ou tambor. O funcionamento do sistema depende do modelo, mas ambos contam com o mesmo princípio básico: pressionando o pedal, o movimento é transferido para o servo de freio que amplifica e entrega a força gerada ao cilindro mestre. Por sua vez, o fluido hidráulico é empurrado e percorre a tubulação do sistema, sendo conduzido aos demais componentes.

freios-automotivos

Freio a Tambor

Apesar de o sistema de freio a tambor ser antigo, ele conta com boa funcionalidade e durabilidade, características responsáveis pela sua permanência no mercado.

É comum encontrarmos o freio a tambor nas rodas traseiras dos modelos mais populares de passeio. Além da alta capacidade de frenagem, ele também costuma ser mais barato.

No entanto, esse modelo é menos seguro, podendo ocorrer o acumulo de água e sujeira. Sua manutenção também pode ser mais cara em comparação ao freio a disco.

freios-automotivos

Freio a Disco

Em comparação ao freio a tambor, o freio a disco dissipa melhor a energia absorvida devido à exposição ao fluxo de ar. As pinças distribuem melhor a pressão aplicada ao disco, não há acumulo de sujeira e sua manutenção e montagem são mais fáceis.

freios-automotivos

Freio de Mão

A principal função do freio de mão é impedir que o carro se movimente enquanto estiver estacionado.

Por ser um dispositivo de segurança, ele funciona de forma independente em relação ao sistema hidráulico de frenagem.

Esse mecanismo pode perder eficiência com o passar do tempo por ser usado com frequência ou indevidamente. É imprescindível realizar a manutenção e regulagem periódica desse item, caso contrário ele pode causar acidentes e grandes prejuízos.

freios-automotivos

Sistema ABS

O Sistema ABS é um dispositivo que trabalha em conjunto com os freios para aprimorar seu desempenho.

Obrigatório em todos os veículos fabricados a partir de 2014 no Brasil. A sigla ABS (Antilock Braking System), significa Sistema de Freio Antitravamento, e essa é a sua primeira e principal vantagem. Ao evitar que as rodas travem, o sistema permite que o condutor tenha o controle da direção para fazer manobras, sendo possível frear sem perder a dirigibilidade.

Outro ponto muito positivo do sistema é o menor tempo e menor distância de frenagem, que de acordo com especialistas pode chegar até 30%.

 

Principais sinais de desgaste nos componentes

Os desgastes nas peças são inevitáveis, então é muito importante ficar atento aos sinais emitidos pelo veículo para evitar problemas mais graves. Conheça alguns dos indicativos mais comuns:

  • Ruídos agudos;
  • Carro desviando para os lados;
  • Pedal muito duro ou muito baixo;
  • Vibrações ao frear.

Além desses sinais, pode ocorrer também a diminuição do nível de fluido no reservatório.

 

A vida útil das peças do sistema de freio pode variar muito, por isso a revisão torna-se tão importante. A recomendação é que todo o sistema seja revisado a cada 10 mil quilômetros, mas ao notar algum sinal de desgaste, não deixe de procurar por um especialista.

 

Alguns cuidados no dia-a-dia são fundamentais para evitar o desgaste precoce das peças, como por exemplo:

  • Não exceder o limite de peso que o veículo pode acomodar e;
  • Especialmente quando novos, evitar abusar dos freios.

 

Se essas dicas foram uteis para você, então não deixe de compartilhar o post com seus amigos!