Imagem de blocos representando unidade de franquias conectados por fios

Empreendedorismo de franquias vale a pena? Descubra!

Se você sonha em investir no próprio negócio, você faz parte de um grupo formado pela maioria dos brasileiros. Isso porque segundo um estudo realizado em 2023 pelo Sebrae em parceria com o Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBPQ), seis em cada dez brasileiros sonham em empreender — tendência crescente, já que em 2021 o resultado da pesquisa foi de 46%.

Mas com tantos modelos de negócio e segmentos existentes no mercado, qual deles vale mais a pena? A verdade é que essa resposta depende em grande parte das suas expectativas e dos seus objetivos enquanto empreendedor. No entanto, há um caminho que tem se mostrado mais promissor: o empreendedorismo de franquias.

Quer saber mais sobre esse tipo de negócio? Então, acompanhe este texto! Aqui, vamos falar tudo sobre o empreendedorismo de franquias: o que é, como funciona, números do mercado e motivos para investir. Boa leitura!

O que é o empreendedorismo de franquias?

O empreendedorismo de franquias é um modelo de negócio no qual um empreendedor (o franqueado) adquire o direito de abrir e operar uma unidade de negócio de uma empresa já estabelecida e bem-sucedida (a franqueadora). 

Ou seja, diferentemente de um negócio começado do zero, no empreendedorismo de franquias, o franqueado investe no direito de trabalhar com uma marca já estabelecida e reconhecida no mercado.

Continue a leitura e entenda, a fundo, como esse modelo de negócio funciona! 

Imagem vetorial de pessoas enriquecendo com franquias

Como funciona uma franquia?

O franchising — ou franquia — é um mercado que se baseia na replicação de um modelo de negócio a partir do investimento de alguém que tem como objetivo empreender (o franqueado). Ou seja, o investidor e a franqueadora entram em um acordo para que uma nova unidade da marca em questão seja aberta e gerenciada pelo franqueado.

De modo geral, essa parceria funciona assim: o franqueado investe e opera a unidade localmente, seguindo as diretrizes e os padrões estabelecidos pela franqueadora. Por outro lado, a franqueadora fornece a ele treinamento, suporte operacional e marketing especializado.

Enquanto a franqueadora se beneficia da expansão da rede, o franqueado, por sua vez, beneficia-se do reconhecimento da marca, do suporte contínuo e de um modelo de negócio já testado e aprovado pelo mercado. Ou seja, a relação é colaborativa: o franqueado gerencia a unidade, enquanto a franqueadora cuida da estratégia global e do suporte à rede.

Como está o mercado de franquias no Brasil?

Devido às inúmeras vantagens oferecidas pelo empreendedorismo de franquias aos franqueados, esse tipo de negócio tem crescido aceleradamente nas últimas décadas e representado pilar importante na economia brasileira.

Para se ter ideia desse crescimento, segundo um levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2022, o setor de franquias faturou mais de R$ 211 bilhões, o que representa um crescimento de 14,3% em relação a 2021 — o maior crescimento dos últimos seis anos.

E se você acha que esse número é algo esporádico, está muito enganado! A própria ABF fez uma previsão de que o ano de 2023 será ainda melhor, e os números dos primeiros trimestres comprovam essa tendência.

Faturamento do franchising nos primeiros trimestres de 2019 a 2023

Apenas no primeiro trimestre de 2023, o setor faturou quase R$ 51 bilhões, um aumento de mais de 17% em relação ao mesmo período de 2022. Já no segundo trimestre, comprovando esse crescimento, o faturamento foi de mais de R$ 54 bilhões — quase 13% maior que o mesmo período do ano anterior, conforme mostra o gráfico abaixo.

Faturamento do franchising nos segundos trimestres de 2019 a 2023

Já em relação aos índices de abertura e fechamento de unidades, o primeiro trimestre de 2023 fechou com saldo positivo de 1,8%, enquanto o segundo trimestre ficou com 1,9%.

Além disso, também houve um crescimento em todos os segmentos dentro do franchising, mostrando que o setor está realmente oferecendo grandes oportunidades para quem quer empreender.

O setor de franquias automotivas, por exemplo, apresentou um crescimento de 11,4% no primeiro trimestre de 2023 e de 9,3% no segundo trimestre, ambos em comparação com o mesmo período de 2022, sendo o segmento um dos principais destaques desse estudo.

Investir em franquia vale a pena?

Homem pensando se empreendedorismo de franquias vale a pena

Mas, afinal, o empreendedorismo de franquias vale a pena? Até aqui, você já viu alguns números que comprovam que sim. Agora, vamos te mostrar o que leva a esses dados tão positivos. Veja:

Modelo de negócio testado

Conforme já mencionamos, as franquias se baseiam em modelos de negócios que já foram testados pela franqueadora e aprovados pelo mercado. Isso faz com que o empreendedorismo de franquias seja uma forma de investimento com menos riscos se comparado a um negócio iniciado do zero e que ainda precisará passar por validação.

Marca reconhecida

Geralmente, as franquias são marcas que contam com certo prestígio no mercado. Assim, o franqueado desfruta dos benefícios de investir em uma marca já estabelecida e reconhecida pelos consumidores, sem precisar passar pelos desafios de construir uma marca do zero.

Suporte 

O suporte oferecido pela franqueadora aos franqueados é um dos principais benefícios do empreendedorismo de franquias. Esse suporte geralmente inclui treinamentos regulares com toda a equipe da franquia, marketing especializado, consultoria de campo e apoio em outras áreas do negócio, como administrativo e financeiro. 

Isso possibilita que mesmo pessoas que não têm experiências no ramo empreendedor ou dentro do segmento da franquia possa investir e ter sucesso.

Padronização

Embora possa parecer uma limitação imposta aos franqueados, a padronização do sistema de franquias é um dos pontos mais fortes do modelo. Essa padronização vale tanto para serviços quanto para produtos, bem como para o ponto físico da franquia e a organização operacional. 

Isso garante que todas as unidades ofereçam uma experiência uniforme aos consumidores e, assim, continuem fidelizando clientes que se apaixonam pelo que a marca, em si, oferece.

Rede de apoio

Ao empreender em uma franquia, o investidor passa a fazer parte de uma grande rede de apoio, não apenas com os franqueados da marca, mas também com todos os contatos próximos pela franqueadora, como fornecedores e instituições financeiras.

Foco no negócio

Muitos empreendedores de primeira viagem, quando abrem um negócio do zero, acabam desperdiçando muita energia com a criação da marca, o desenvolvimento do modelo de negócio, a definição de processos, entre muitas outras tarefas necessárias. 

No caso do empreendedorismo de franquias, como o franqueado já investe em uma marca pronta, há mais possibilidades de destinar atenção à operação do negócio em si, obtendo mais chances de sucesso.

Qual setor do franchising escolher? 

Mão de uma pessoa colocando um dardo no alvo

Agora que você já entendeu como funciona o empreendedorismo de franquias e conheceu várias vantagens que fazem dele um investimento seguro e rentável, está na hora de partir para o próximo passo: dentro do franchising, qual setor escolher para investir?

Como você pode imaginar, existem vários segmentos, cada um com suas particularidades, vantagens e desvantagens. No entanto, já podemos adiantar que as franquias de serviços são mais vantajosas se comparadas às franquias de produtos.

Quer saber mais sobre isso e entender o porquê? Então, confira o nosso conteúdo completo sobre as franquias de serviços. Boa leitura!

Cubos de madeira com desenhos representando as melhores franquias para investir

Melhores franquias para investir: 7 motivos para escolher a Bono Pneus

Se você pensa em empreender no franchising, com certeza está à procura das melhores franquias para investir, não é mesmo? E você está no caminho certo! Afinal, se tornar um franqueado de uma marca renomada pode ser uma jogada inteligente para empreendedores em busca de um negócio sólido e lucrativo.

Mas com tantas opções disponíveis no mercado, surge a dúvida sobre como escolher a melhor franquia para investir, quais fatores levar em consideração para garantir que se está seguindo o melhor caminho, entre outros questionamentos importantes.

Sabendo disso, neste artigo falaremos sobre isso e te daremos sete motivos que colocam a Bono Pneus entre as melhores franquias para investir no Brasil. Continue a leitura e fique por dentro!

Motivos para investir em uma franquia

Antes de falarmos sobre as melhores franquias para investir, é importante destacarmos os benefícios desse investimento. 

Investir em uma franquia oferece diversas vantagens que atraem empreendedores em busca de um negócio sólido e com potencial de sucesso. Separamos as principais delas para você:

Modelo de negócio testado

Uma das maiores vantagens das franquias é que elas operam com um modelo de negócio já testado pela franqueadora e aprovado pelos consumidores e pelo mercado. Isso significa que alguém já enfrentou os desafios iniciais de criação da marca e aprimorou o conceito e os processos, reduzindo os riscos para os novos franqueados.

Reconhecimento de marca

As melhores franquias para investir representam marcas reconhecidas pelo público e com autoridade no segmento de atuação, o que pode ser uma grande vantagem, pois você já começa com uma base de clientes que confiam no negócio.

Suporte e treinamento

A franqueadora geralmente oferece treinamentos regulares para seus franqueados. Isso inclui orientações sobre operações, marketing, financeiro, administração e muito mais, garantindo que você não precise ser um especialista no setor para ter sucesso.

Economias de escala

Como parte de uma rede de franquias, você pode se beneficiar de economias de escala. Isso se traduz em preços mais baixos para suprimentos, equipamentos e outros recursos essenciais.

Assistência em marketing

Muitas franquias oferecem assistência de marketing, incluindo estratégias de publicidade, materiais promocionais e orientações sobre como atrair clientes. Além disso, a franqueadora ainda exerce um trabalho grandioso sobre o marketing da marca no geral em todo o território de abrangência da rede.

Apoio contínuo

O suporte oferecido pela franqueadora não termina após a abertura da franquia. Ela continua a oferecer suporte contínuo, incluindo orientação para resolver desafios do dia a dia.

Além disso, você passa a fazer parte de uma rede de franqueados que compartilham experiências e melhores práticas, tendo acesso a uma rede de apoio quando você precisa de compartilhamento de know-how.

Redução de riscos

Embora nenhum investimento seja isento de riscos, as franquias — especialmente, as consideradas como melhores franquias para investir — têm uma taxa de sucesso geralmente mais alta do que as startups independentes, já que você está investindo em um modelo de negócio já comprovado e em uma marca já reconhecida, conforme mencionamos acima.

Flexibilidade de horários

Dependendo do tipo de franquia, você pode ter mais flexibilidade em relação aos horários de trabalho, permitindo um melhor equilíbrio entre vida pessoal e profissional.

Realização do sonho empreendedor

Escolher uma das melhores franquias para investir permite que você seja seu próprio chefe e realize seu sonho empreendedor sem começar do zero. 

No entanto, é importante observar que nem todas as franquias são iguais. Cada franquia tem seus próprios requisitos de investimento, modelo de negócio e nível de suporte. Portanto, é fundamental fazer uma pesquisa cuidadosa e considerar o que é mais adequado às suas metas e recursos antes de tomar uma decisão de investimento.

Imagem de fundo azul com cubos de madeira representando franquias

O que analisar para escolher uma franquia

Bom, para escolher as melhores franquias para investir, é necessária uma análise cuidadosa. Aqui estão alguns fatores importantes a serem considerados ao decidir qual franquia é a mais adequada para você:

  • Seu perfil e interesses: avalie suas próprias habilidades, experiências e interesses e escolha uma franquia que esteja alinhada com suas paixões e competências. Isso aumentará sua motivação e suas chances de sucesso.
  • Investimento inicial: considere quanto você está disposto a investir, incluindo taxas de franquia, custos de equipamentos, estoque e capital de giro. Depois, certifique-se de que a franquia escolhida se encaixa no seu orçamento.
  • Tipo de negócio: existem diferentes tipos de negócio entre as melhores franquias para investir, desde as microfranquias até as franquias internacionais. Escolha uma que faça sentido com suas expectativas e seus projetos profissionais.
  • Histórico da franquia: analise o histórico da franquia, incluindo sua estabilidade financeira e a taxa de sucesso de outros franqueados. Pergunte ao franqueador sobre a performance média das unidades.
  • Treinamento e suporte: verifique o nível de treinamento e suporte que o franqueador oferece. Isso é especialmente importante se você não tem experiência no setor.
  • Taxas e royalties: entenda todas as taxas envolvidas, incluindo a taxa de franquia inicial, os royalties em andamento e o fundo de propaganda. Assim, você consegue ter uma ideia se essas despesas são razoáveis em relação ao potencial de ganhos.
  • Competição: avalie a concorrência na área em que deseja abrir a franquia e determine como sua franquia se destacará e atrairá clientes.
  • Contrato de franquia: leia cuidadosamente o contrato de franquia e, se necessário, consulte um advogado especializado em franquias para entender todos os termos e condições.
  • Feedback de outros franqueados: entre em contato com outros franqueados da mesma rede para obter suas opiniões e perspectivas. Além disso, pergunte sobre os desafios que enfrentaram e como a franqueadora os apoiou.
  • Pesquisa de mercado: realize uma pesquisa de mercado para entender as tendências e as necessidades dos clientes em potencial. Isso ajudará a determinar se há demanda para o produto ou serviço da franquia.
  • Plano de negócios: desenvolva um plano de negócios sólido que inclua projeções financeiras e estratégias de marketing. Assim, você conseguirá estabelecer metas e expectativas realistas.
  • Suas expectativas: por último, mas não menos importante, esteja ciente de suas próprias expectativas em relação à franquia. Compreenda o esforço e o tempo que você precisará investir para alcançar o sucesso.

Melhores franquias para investir: 7 motivos para escolher a Bono Pneus

Agora que você já sabe como avaliar as melhores franquias para investir, veja por que a Bono Pneus pode ser a rede ideal para você!

Fachada da Bono Pneus

1. Franquia pioneira em pneus multimarcas

A Bono Pneus tem a honra de ser pioneira no segmento de franquias de pneus multimarcas no Brasil. Esse pioneirismo demonstra não apenas nossa visão de negócios, mas também nossa capacidade de inovação e adaptação às necessidades do mercado automotivo. Sendo assim, ao escolher a Bono Pneus, você se torna parte de uma tradição de excelência e liderança no setor de automóveis brasileiro.

2. Mais de 30 anos de experiência

Entre as melhores franquias para investir, a Bono Pneus acumula mais de três décadas de experiência no mercado automotivo. Dessa forma, nosso conhecimento profundo do setor é inestimável para qualquer franqueado, pois significa acesso a práticas comerciais comprovadas e soluções eficazes para os desafios que podem surgir.  A longevidade da empresa é um testemunho da nossa capacidade de nos manter relevantes e competitivos.

3. Marca reconhecida e premiada

A Bono Pneus não é apenas uma marca de renome no Brasil, mas também foi reconhecida e premiada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) e pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios (PEGN). 

Esses prêmios são um selo de qualidade que valida a excelência da franquia Bono Pneus. Assim, ao investir em uma de nossas unidades, você garante a confiança dos clientes desde o primeiro dia.

Selos da ABF e da Pequenas Empresas & Grandes Negócios

4. Faturamento expressivo

Uma unidade da Bono Pneus oferece um potencial de faturamento considerável, com a possibilidade de atingir até R$ 3,5 milhões por ano. Essa capacidade de gerar receita substancial é resultado de uma base de clientes fiel, serviços de alta qualidade e uma variedade de produtos automotivos. Ou seja, essa é uma oportunidade significativa de retorno financeiro para os franqueados.

5. Ampla variedade de produtos e serviços

A Bono Pneus não se limita apenas à venda de pneus; nós oferecemos uma ampla variedade de produtos e serviços automotivos, incluindo alinhamento, balanceamento, suspensão, freios, troca de óleo e muito mais, um dos fatores que nos tornam uma das melhores franquias para investir.

Isso significa que os franqueados têm várias fontes de receita e a capacidade de atender a diversas necessidades dos clientes, tornando-se um balcão único para serviços automotivos.

Mecânico da Bono Pneus trabalhando em um carro

6. Suporte e treinamento especializado

A franquia Bono Pneus é comprometida em fornecer suporte abrangente e treinamento de alta qualidade aos franqueados. Portanto, oferecemos orientação na escolha da localização, treinamentos em gestão, suporte de marketing e assistência contínua para garantir que os franqueados operem com eficiência e ofereçam serviços de alto nível.

7. Autonomia de negociação com fornecedores

A Bono Pneus oferece aos franqueados a vantagem da autonomia nas negociações com fornecedores. Essa flexibilidade permite que os franqueados otimizem seus custos operacionais e maximizem sua rentabilidade. Afinal, ter a capacidade de negociar diretamente com fornecedores é uma vantagem significativa em um setor altamente competitivo, não é mesmo?

Esses sete motivos destacam por que a Bono Pneus é uma das melhores franquias para investir e opção atraente para quem deseja investir em uma franquia no setor automotivo. Nós oferecemos não apenas uma marca respeitada e experiência comprovada, mas também a promessa de sucesso sustentável em um mercado em constante evolução.

Torne-se um franqueado Bono Pneus e transforme seu futuro!

Imagem vetorial de empresas, representando franquias, interligadas

Em resumo, investir em uma franquia é uma oportunidade diferenciada de entrar no mundo dos negócios com o apoio de uma marca já estabelecida. No entanto, escolher a franquia certa é crucial para o seu sucesso!

Com a Bono Pneus, você não apenas escolhe uma das melhores franquias para investir, mas também adquire um ingresso para uma jornada de crescimento e prosperidade. Com mais de 30 anos de experiência, reconhecimento da ABF e da PEGN, faturamento robusto e uma equipe comprometida, oferecemos um caminho sólido para o seu empreendedorismo de sucesso!
Então, se você está pronto para fazer parte desse sucesso, convidamos você a dar o próximo passo. Acesse nosso site agora mesmo e inicie sua jornada como um franqueado Bono Pneus!

Ilustração representando os tipos de franquias existentes

Conheça os 11 tipos de franquias existentes

Se você pensa em empreender no universo do franchising, precisa saber, antes de mais nada, que existem diferentes tipos de franquias. Conhecendo todas elas desde o princípio, você garante que fará a escolha certa.

Embora tenham suas diferenças, todos os tipos de franquias compartilham das mesmas vantagens oferecidas pelo segmento, como a utilização de uma marca consolidada e reconhecida no mercado e de um modelo de negócio já testado e aprovado.

Quer conhecer mais sobre esse universo para fazer a escolha certa e alinhada aos seus objetivos e interesses? Então, é só continuar a leitura deste texto!

Como funciona o sistema de franquias

Antes de conhecer quais são os principais tipos de franquias existentes, vamos entender melhor como o franchising funciona.

O sistema de franquias é uma estratégia de expansão de negócios que envolve a concessão de licenças para terceiros (franqueados), para que operem uma unidade com base no modelo, na marca e nos processos estabelecidos pela franqueadora. 

Esse modelo permite que um empresário (franqueado) tenha seu próprio negócio com o suporte e a orientação da franqueadora, que já possui um conceito de negócio bem-sucedido e vasta experiência no universo de atuação.

Em um sistema de franquias, a franqueadora concede ao franqueado o direito de usar sua marca, seus sistemas e processos, além de treinamentos regulares e suporte em diversas áreas da operação. Em troca, o franqueado paga uma taxa de franquia inicial e, geralmente, royalties com base nas vendas. Essas taxas são uma fonte de receita para a franqueadora e ajudam a financiar o suporte contínuo fornecido ao franqueado.

A franqueadora desempenha um papel crucial na orientação ao franqueado, oferecendo treinamento inicial, auxílio na escolha do ponto comercial (caso exista), suporte de marketing e, em alguns casos, até mesmo o fornecimento de produtos ou serviços

O franqueado, por sua vez, concorda em seguir as diretrizes e padrões estabelecidos pela franqueadora para manter a consistência da marca em todas as unidades da franquia. Isso, inclusive, é estabelecido no contrato de franquia.

Portanto, como você pôde ver, esse modelo de negócio é benéfico para ambas as partes. O franqueador expande sua presença no mercado sem os custos e riscos associados à abertura de novas filiais próprias. Enquanto isso, o franqueado obtém a oportunidade de iniciar um negócio também com menos riscos, aproveitando a experiência e o sucesso comprovado da franqueadora. 

Dois homens apertando a mão um do outro em gesto de cumprimento

11 tipos de franquias: escolha o modelo ideal

O franchising oferece diversas opções para empreendedores que desejam investir em um modelo de negócio consolidado. Cada um dos tipos de franquias possui características específicas, que podem se adequar melhor a diferentes objetivos e recursos. Conheça os principais deles:

1. Franquia unitária

Esse é o tipo mais comum de franquia, no qual o franqueado opera uma única unidade da marca. Geralmente, ele é responsável por todos os aspectos do negócio, desde a gestão financeira até a operação do dia a dia.

Esse modelo oferece um alto grau de controle e envolvimento, mas também requer um investimento significativo de tempo e recursos.

2. Franquia master

Entre os principais tipos de franquias, há a franquia master. Nela, o franqueado adquire os direitos de desenvolvimento da marca em uma região geográfica específica, se tornando responsável por recrutar e apoiar outros franqueados dentro dessa área. 

Esse modelo é adequado para empreendedores que desejam um envolvimento mais estratégico e têm recursos para expansão em larga escala.

3. Franquia de desenvolvimento de área

Semelhante à franquia master, esse modelo envolve a aquisição dos direitos de desenvolvimento em uma área geográfica, mas com um foco maior na abertura de novas unidades. 

Aqui, o franqueado de desenvolvimento compromete-se a abrir um número mínimo de unidades em sua região dentro de um prazo determinado.

4. Microfranquia

Esse modelo é caracterizado por exigir um investimento inicial mais baixo, tornando-o acessível para empreendedores com recursos limitados. Microfranquias geralmente operam em setores específicos, como serviços domésticos, alimentação ou educação, e têm processos simplificados.

5. Franquia de conversão

Outro dos principais tipos de franquias é a franquia de conversão. Nesse modelo, um negócio já existente e bem-sucedido se converte em uma franquia da marca. Isso permite que empreendimentos independentes acessem os benefícios de uma rede franqueada, como marketing conjunto e melhores condições de compra, enquanto mantêm sua identidade.

6. Franquia de negócios em casa (home-based)

Cada vez mais popular entre os tipos de franquias existentes, esse modelo permite que o franqueado opere o negócio a partir de casa, economizando em custos de aluguel e logística. Sendo assim, é adequado para empreendedores que desejam flexibilidade e têm habilidades em marketing digital, vendas online ou outros nichos que podem ser gerenciados remotamente.

7. Franquia pop-up

As franquias pop-up fazem parte dos principais tipos de franquias, são temporárias e funcionam por um período específico. Geralmente, são usadas para promover um produto ou serviço em um local estratégico por um curto período, como em feiras ou eventos sazonais.

8. Franquia de quiosque

Muitas marcas optam por estabelecer quiosques em shoppings, aeroportos ou locais de grande movimento. Os quiosques geralmente oferecem um menu ou seleção de produtos mais limitados em comparação com lojas maiores, o que pode reduzir os custos operacionais.

9. Franquia virtual ou e-commerce

O comércio eletrônico está em crescimento, fazendo com que algumas franquias operem exclusivamente online. Dessa forma, os franqueados gerenciam um site de e-commerce, promovem os produtos e cuidam da logística de entrega. Essa é uma opção atraente para empreendedores que desejam flexibilidade geográfica.

10. Franquia de distribuição

Esse modelo envolve a distribuição de produtos ou serviços em uma determinada área geográfica, onde os franqueados atuam como intermediários entre a franqueadora e os clientes, cuidando do estoque e da entrega.

11. Franquia internacional

Algumas marcas oferecem oportunidades de franquias internacionais, permitindo que empreendedores operem unidades da marca em outros países. Contudo, essa pode ser uma escolha desafiadora devido às diferenças culturais e regulatórias, mas também oferece potencial de crescimento global.

Lembre-se de que a escolha do modelo entre todos os tipos de franquias deve ser cuidadosamente considerada com base em seus objetivos pessoais, recursos financeiros, experiência e afinidades. Afinal, cada tipo tem suas próprias características e desafios, e a pesquisa é fundamental para tomar uma decisão bem informada.

Imagem vetorial de um mapa, pontos de localização e uma empresa representando uma franquia

Tipos de franquias: principais segmentos

Agora, é a vez de falarmos sobre os tipos de franquias relacionados aos segmentos de atuação. São eles:

Franquias de alimentação

Esse é um dos segmentos mais populares do franchising e inclui desde redes de fast-food até restaurantes sofisticados. Franquias de alimentação se destacam pela ampla aceitação do público e pela variedade de conceitos, desde hambúrgueres até comida étnica.

Franquias de serviços

Esse setor abrange uma ampla gama de negócios, incluindo limpeza, manutenção, educação, saúde e beleza. Franquias de serviços — como a Bono Pneus — oferecem estabilidade devido à demanda constante por esses serviços. 

Elas podem ir desde academias de ginástica, salões de beleza e consultorias empresariais até serviços de pet grooming. Ou seja, a diversidade é uma característica marcante do segmento.

Franquias de varejo

Aqui, encontramos franquias que vendem produtos, como roupas, eletrônicos, calçados e acessórios. A variedade de produtos torna esse setor atraente para investidores interessados no varejo. Dessa forma, dentro do segmento, você pode optar por franquias de roupas infantis, eletrônicos, óticas e muito mais.

Franquias de educação

Esse segmento foca em serviços educacionais, como escolas de idiomas, reforço escolar e cursos preparatórios. O constante aumento da busca por educação de qualidade impulsiona o crescimento dessas franquias. Esse setor pode abranger desde aulas de inglês e reforço escolar até cursos preparatórios para concursos públicos.

Franquias de saúde e bem-estar

Incluem academias, clínicas de estética, spas e serviços de saúde. Devido à preocupação com a saúde e o bem-estar, essas franquias recebem muita procura.

Franquias de moda

Englobam roupas, calçados e acessórios. Esse setor é dinâmico, com franquias que oferecem moda para todas as idades e estilos. Então, você pode escolher entre franquias de moda feminina, masculina, infantil ou até mesmo de calçados e acessórios.

Franquias de entretenimento

Compreendem opções como cinema, jogos, recreação e parques temáticos. Por isso, o setor atrai famílias e entusiastas de entretenimento. Você pode investir em uma franquia de cinema, parque de diversões, boliche, escape room ou qualquer outro negócio relacionado ao entretenimento.

Franquias de tecnologia

Incluem lojas de eletrônicos, assistência técnica e soluções tecnológicas. Com o avanço da tecnologia, essas franquias atendem à demanda por produtos e serviços relacionados à tecnologia.

Como escolher o tipo de franquia ideal

Homem pensando nos principais tipos de franquias

Entre todos os tipos de franquias, encontrar o ideal depende de vários fatores, incluindo o orçamento disponível, interesses pessoais, localização e público-alvo. Por isso, é essencial considerar seus pontos fortes e fracos, bem como as tendências de mercado em sua região. Além disso, avalie a demanda local e a concorrência.

Investir tempo em pesquisa é fundamental e, pensando nisso, separamos algumas dicas que podem te ajudar neste processo:

  • Autoconhecimento: comece por avaliar seus próprios interesses, habilidades e experiências. Então, pergunte a si mesmo o que você é apaixonado por fazer, pois isso pode te direcionar a um setor que lhe agrade.
  • Suporte da franqueadora: avalie o suporte oferecido pela franqueadora. Isso inclui treinamentos, marketing, fornecedores e orientações. Afinal, uma franqueadora que oferece suporte sólido pode fazer a diferença no sucesso do seu negócio.
  • Lucratividade e retorno sobre o investimento (ROI): analise as projeções de lucratividade e o tempo estimado para obter o retorno sobre o investimento. Franquias de diferentes setores podem ter estruturas de ROI distintas.
  • Reputação da franquia: pesquise a reputação da franquia, tanto a nível nacional quanto local. Além disso, avalie a satisfação dos franqueados existentes e se a franquia possui prêmios ou reconhecimentos no setor.
  • Visite franqueados existentes: converse com franqueados que já estão no negócio, pois eles podem oferecer insights valiosos sobre os desafios e as recompensas de operar essa franquia específica.
  • Leia bem o contrato: antes de assinar qualquer contrato, leia-o atentamente e, se necessário, consulte um advogado especializado em franchising para garantir que você compreenda todos os termos e condições.
  • Paixão e comprometimento: lembre-se de que administrar uma franquia exigirá comprometimento e trabalho árduo. Por isso, escolha um tipo de franquia com o qual você se identifique e para o qual esteja disposto a se dedicar.
  • Plano de negócios: desenvolva um plano de negócios sólido que inclua metas financeiras, estratégias de marketing e projeções de crescimento. Isso vai te ajudar a visualizar o sucesso e a se manter focado.
  • Pergunte a si mesmo: por fim, mas não menos importante, faça uma pergunta fundamental: essa franquia se alinha com meus valores e objetivos de vida? A sua resposta para essa pergunta pode ser um indicativo crucial para sua escolha.

Tipos de franquias: aposte no setor de serviços!

Agora que você já conhece quais são os principais tipos de franquias existentes e os principais segmentos do franchising, está na hora de definir qual setor é o ideal para atingir suas metas e expectativas pessoais e profissionais. 

Por isso, se você busca o segmento que oferece mais estabilidade e uma demanda consistente, as franquias de serviços são a escolha certa. Afinal, elas abrangem uma variedade de negócios essenciais e necessários regularmente.

Quer saber mais? Então, leia o nosso artigo completo sobre por que investir em uma franquia de serviços.

Franquias 2023: panorama do mercado para investidores

Se você já pensou ou está pensando em empreender, com certeza já se deparou com a ideia de abrir uma franquia. Esse modelo tem ganhado cada vez mais popularidade no Brasil devido a uma série de fatores, entre eles a facilidade e a segurança que oferece aos franqueados, especialmente a investidores iniciantes, que não sabem exatamente como começar um negócio.

Trazendo esse cenário mais próximo da sua realidade, não é difícil imaginar a quantidade de produtos e serviços que você consome de marcas franqueadas no seu dia a dia, indo desde o segmento alimentício até o setor educacional.

Sabendo disso, neste texto vamos falar sobre franquias 2023: os resultados que estão sendo atingidos pelo setor, as oportunidades e as tendências desse mercado, além de como o franchising fechou 2022. Para ficar por dentro, é só continuar a leitura!

Como foi o ano de 2022 para o franchising

Antes de começar a falar sobre franquias 2023, é importante voltar um pouco no tempo e entender como o franchising vem caminhando nos últimos anos. Para traçarmos um panorama, vamos analisar o ano de 2022, que ainda sentia reflexos da pandemia.

De forma resumida, 2022 foi um ano histórico para o setor de franquias. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), esse mercado superou os R$ 211 bilhões de faturamento ao longo de 12 meses, se mostrando um dos segmentos mais sólidos da economia brasileira.

Gráfico de faturamento do franchising no ano de 2022

Além disso, como é possível ver no gráfico acima, o franchising não só se recuperou do período de pandemia, como superou o patamar anterior a ele (2019).

Ainda, a ABF também divulgou que o franchising atingiu, em 2022:

  • um crescimento de 14,3% em relação a 2021;
  • um crescimento de 6,8% no número de marcas franqueadas, atingindo o patamar de três mil marcas;
  • aumento de 7,8% no número de unidades;
  • aumento de 12,6% no número de empregos gerados.

Ou seja, o modelo de franquias se mantém resiliente e sólido no Brasil, atraindo cada vez mais investidores, com e sem experiência empreendedora.

Números de franquias 2023

E se parece que o ano de 2022 foi atípico, os dados de franquias 2023 demonstram o contrário. Os números divulgados pela ABF referentes ao primeiro trimestre de 2023 comprovam que o crescimento das franquias é consistente.

Segundo o levantamento, o franchising brasileiro atingiu, nos três primeiros meses deste ano:

  • mais de R$ 50 bilhões de faturamento;
  • crescimento de 17,2% em relação ao mesmo período de 2022;
  • saldo positivo de 2,4% em abertura e fechamento de unidades.
Gráfico de faturamento do franchising no primeiro trimestre de 2023

Já no segundo trimestre de 2023, o faturamento foi ainda maior: mais de R$ 54 bilhões. Esse número mostra que o setor cresceu 12,9% em relação ao mesmo período de 2022 e comprova, mais uma vez, o quanto o setor permanece em crescimento constante.

Fora isso, o período também fechou com saldo bastante positivo em abertura e fechamento de unidades: 2,5%, com 4% de novas operações e 1,5% de operações encerradas.

Gráfico de faturamento do franchising no segundo trimestre de 2023

É notável, portanto, o aumento constante da procura pelas franquias como uma opção de investimento. E essa tendência deve permanecer no futuro, já que o franchising é um mercado sólido e que vem oferecendo modelos de negócio cada vez mais seguros para quem quer empreender — seis em cada dez brasileiros. Por isso, falar em franquias 2023 é apresentar incontáveis motivos para investir com tranquilidade e rentabilidade.

Inclusive, se você quer saber mais sobre o que torna esse segmento tão atraente para investidores, temos em nosso blog um texto com tudo que você precisa saber sobre franquias.

Tendências para o franchising

Agora que você já viu o quanto o franchising é extremamente promissor, com números oficiais de 2022 e das franquias 2023, é hora de ficar por dentro das principais tendências desse mercado para os próximos anos. Confira:

Integração de tecnologia

A integração de tecnologias, como o uso da Inteligência Artificial, do aprendizado de máquina (machine learning) e da automação, são tendências que melhoram a eficiência operacional e a experiência dos clientes e que estão cada vez mais visíveis em diversos segmentos do mercado, incluindo o franchising. 

Alguns exemplos disso são os sistemas de pedidos online, o uso de chatbots para atendimento ao cliente e ferramentas de análise de dados — tanto dos clientes como do próprio negócio em si.

Sustentabilidade

Sabia que a sustentabilidade é uma preocupação da maioria dos consumidores? Portanto, franquias conscientes do seu impacto ambiental e que adotam práticas sustentáveis, como redução de resíduos, energia limpa e embalagens ecológicas, podem atrair mais clientes, além de contribuir para o cuidado com o planeta.

Experiência do cliente

Proporcionar uma experiência memorável ao cliente é fundamental para manter a saúde de qualquer negócio. Nesse cenário, são tendências para o franchising a personalização de produtos e serviços, programas de fidelidade e facilidade nas formas de pagamento.

Imagem de cinco estrelas e uma mão apontando para a última estrela

Disponibilidade de formas de pagamento

Um dos pontos mais importantes relacionados à experiência do cliente é a facilidade na hora de pagar, conforme mencionamos no tópico acima. Por isso, conte com o maior número possível de formas de pagamento, especialmente os mais modernos, como o PIX. Evitar gargalos e dores de cabeça ao cliente na hora de pagar pode garantir a fidelização dele! 

Marketing digital e redes sociais

Não é de hoje que sua marca precisa estar na internet para chegar aos clientes e conseguir engajamento; muito pelo contrário! Estar presente no mundo online, investindo em estratégias de marketing digital, é uma tendência constante. Portanto, invista em ações relacionadas a esse universo e tenha presença forte nas redes sociais, produzindo conteúdo útil para os seus clientes e divulgando os diferenciais da sua franquia.

Imagem de uma pessoa segurando um celular, com ícones de redes sociais em volta

Feedbacks dos clientes

Estreitar o relacionamento com os clientes é uma tendência que vem se mantendo em alta no mundo empresarial há muito tempo. Uma forma de fazer isso é oferecendo maneiras fáceis e práticas de coletar feedbacks dos seus consumidores, medindo a satisfação deles para melhorar a qualidade dos seus serviços. Alguns exemplos de plataformas que ajudam nisso são o Google Perfil da Empresa e o próprio WhatsApp.

Como você pôde ver, existem muitas tendências do mercado de franquias 2023 para quem quer empreender. É claro que investir nelas, por si só, não garante o sucesso do negócio, mas é fundamental entender a direção em que os consumidores estão andando para saber como atender às expectativas e necessidades deles.

Franquia lucrativa para você!

Existem tendências, mas também existem números que são bons indicativos de sucesso. E claro que a lucratividade deve ser um dos pontos que você mais deve prestar atenção na hora de analisar opções de franquias 2023 para investir. Alguns pontos que você deve considerar são:

  • payback;
  • rentabilidade média;
  • suporte oferecido pela franqueadora;
  • taxas cobradas pela franquia;
  • tradição da marca no mercado.

Quer saber mais? Então, confira o nosso texto sobre as franquias mais lucrativas e fique por dentro!

Mecânico da franquia de pneus Bono Pneus

Conheça a primeira franquia de pneus multimarcas do Brasil

Ser uma marca pioneira no segmento de atuação garante vantagens significativas para uma empresa, bem como para seus clientes e parceiros. Afinal, o pioneirismo geralmente resulta em maior reconhecimento e autoridade no mercado, mais chances de estabelecer uma posição sólida antes da concorrência e, especialmente, maior potencial de crescimento e expansão.

Todos esses benefícios ficam ainda mais evidentes quando pensamos no modelo de franquias como é o caso da franquia de pneus. Isso porque fica fácil visualizar a competitividade de um franqueado ao investir em uma marca que, além de já ser estabelecida no mercado (uma das principais vantagens do franchising), é pioneira no segmento.

Portanto, se você é apaixonado pelo setor automotivo, este texto é para você! Aqui, vamos te apresentar, em detalhes, tudo sobre a primeira franquia de pneus multimarcas do Brasil: a Bono Pneus. Continue a leitura e fique por dentro!

Sobre o setor automotivo

Os carros são uma das principais paixões — e necessidades! — dos brasileiros. Para se ter ideia, segundo a Secretaria Nacional de Trânsito do Ministério da Infraestrutura, em 2022, eram quase 60 milhões de carros registrados no país. Considerando todas as categorias de veículos, a frota total ultrapassava os 110 milhões, levando em conta apenas os devidamente licenciados.

Números como esses deixam claro o quanto o setor automotivo oferece oportunidades e um vasto potencial de clientes para quem quer empreender. Afinal, a consequência desse grande número de veículos é a alta demanda por serviços automotivos, sejam eles de prevenção ou manutenção.

Prova disso são os dados de um levantamento do Sindirepa (Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo), que mostrou que em 2021 esse mercado movimentou R$ 68,7 bilhões, sendo 63% desse valor gastos com peças de reposição e 37% com mão de obra.

Tudo isso possibilita uma grande quantidade de produtos e serviços a serem oferecidos aos clientes:

  • mecânica;
  • elétrica;
  • troca de óleo e lubrificantes;
  • venda e troca de pneus;
  • vistorias;
  • sistemas elétricos;
  • funilaria e pintura;
  • e muito mais!

Ou seja, investir no setor automotivo, como em uma franquia de pneus, é um grande indicativo de sucesso e lucratividade.

Mecânico limpando as mãos com um pano

Franquia de pneus e suas vantagens

Se o setor automotivo já é cheio de oportunidades, elas ficam ainda mais completas quando combinadas com o sistema de franquias. Só em 2022, o franchising brasileiro registrou um faturamento de mais de R$ 211 bilhõesum aumento de 14,3% em relação ao ano anterior —, além de um crescimento em unidades abertas e geração de empregos. 

E para melhorar: os primeiros dados de 2023 são ainda mais animadores, com o setor tendo um faturamento de quase R$ 51 bilhões só no primeiro trimestre, número 17% maior que o atingido no mesmo período do ano passado.

Tudo isso se dá devido às sólidas vantagens que o sistema oferece aos franqueados, sendo as principais delas:

  • apoio durante a instalação das unidades e na gestão diária, abrangendo áreas como finanças, administração e marketing;
  • marcas consolidadas no mercado, o que simplifica a aquisição de clientes e promove a fidelização nas unidades franqueadas;
  • modelo de negócios que passou por testes e foi aprovado, proporcionando maior segurança para empreender e minimizando os riscos do negócio;
  • benefícios de economia em escala, uma vez que as franqueadoras normalmente mantêm parcerias comerciais vantajosas com distribuidores;
  • serviços de marketing especializados, diretamente oferecidos pela franqueadora, com o objetivo de promover e fortalecer a marca.

Conhecendo, então, todas as vantagens do franchising e o quão promissor é o setor automotivo, fica fácil perceber o quanto uma franquia automotiva — entre elas, a franquia de pneus — pode ser um investimento extremamente rentável e seguro.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o segmento de serviços automotivos tem registrado constante aumento de faturamento nos últimos anos. De 2020 para 2021, por exemplo, o faturamento cresceu 8,9%, passando de R$ 5,9 bilhões para R$ 6,5 bilhões. Já de 2021 para 2022, o crescimento foi de 5,1%, passando de um faturamento de R$ 6,5 bilhões para 6,8 bilhões.

Ou seja, as franquias automotivas são um mercado com crescentes oportunidades na prestação de serviços e na venda de produtos, levando em conta a grande frota de veículos do Brasil e, consequentemente, a alta demanda. E os números comprovam essa tendência!

Agora, continue a leitura e conheça tudo sobre a Bono Pneus, a primeira franquia de pneus multimarcas do país!

Bono Pneus: primeira franquia de pneus multimarcas

A Bono Pneus é pioneira no segmento de franquia de pneus. A marca nasceu em Campinas (SP) no início dos anos 90 e rapidamente se expandiu para outras regiões. Hoje, contamos com mais de 60 unidades em 11 estados brasileiros, com lojas instaladas em supermercados, centros comerciais e shoppings.

Além disso, somos uma franquia associada à ABF e chancelada, por vários anos consecutivos, com o Selo de Excelência em Franchising da entidade. Ainda, estamos entre as melhores franquias do Brasil, de acordo com a revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Selos ABF e Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Produtos e serviços automotivos de excelência

Apesar de ser uma franquia de pneus, a Bono Pneus oferece aos clientes, em todas as unidades, uma vasta gama de produtos e serviços automotivos undercar, que incluem:

  • alinhamento;
  • balanceamento;
  • bateria;
  • embreagem;
  • escapamento;
  • freios;
  • higienização de ar-condicionado;
  • injeção eletrônica;
  • pneus, incluindo remold com selo do InMetro;
  • suspensão;
  • troca de óleo, inclusive de câmbio automático.
Fachada de uma unidade Bono Pneus

Suporte aos franqueados

Não foi à toa que recebemos tantas vezes o reconhecimento do Selo de Excelência da ABF. Além de todos os produtos e serviços automotivos da mais alta qualidade que oferecemos aos clientes e da marca altamente reconhecida no mercado que proporcionamos aos franqueados, o suporte que oferecemos aos donos das franquias também é exemplo no segmento.

Na Bono Pneus, garantimos que nossos franqueados tenham acesso a toda a nossa experiência e know-how. Aqui, oferecemos auxílio desde a escolha do ponto comercial até as operações do dia a dia e a negociação com fornecedores. Além disso, proporcionamos treinamentos regulares para que os franqueados tenham suas equipes aprimoradas regularmente.

Fature até R$ 3,5 milhões ao ano!

Como você viu, o setor de franquia de pneus pode ser extremamente lucrativo. Mas, você já pensou em faturar até R$ 3,5 milhões ao ano, investindo apenas R$ 600 mil? Com o modelo de franquia da Bono Pneus, é possível! 

Quer saber como? Então, acesse agora mesmo o nosso site!

Como começar um negócio? Confira 6 dicas essenciais

Empreender é uma possibilidade que passa pela cabeça de muita gente, não é mesmo? Afinal, a jornada empreendedora oferece muitas vantagens, que vão desde uma maior liberdade de horários até lucratividades mais significativas que um emprego formal. Para se ter ideia desse cenário, segundo o Sebrae, mais de 51 milhões de brasileiros têm interesse em empreender nos próximos três anos

No entanto, se você já parou para refletir verdadeiramente sobre abrir a sua empresa, deve saber que, apesar de muito recompensadora, essa jornada não é fácil, não é mesmo? Afinal, é necessária muita dedicação, além de existirem muitas dúvidas comuns sobre como começar um negócio.

Se você se identificou com tudo o que falamos até aqui, este texto é para você! Nele, abordaremos muitas informações importantes para você que quer empreender, destacando, inclusive, seis dicas valiosas de como começar um negócio. Continue a leitura e confira!

6 dicas de como começar um negócio

Para dar início a este guia superimportante, vamos às principais dicas de como começar um negócio com consciência e planejamento para alcançar o sucesso.

1. Entenda em qual mercado investir

Uma das principais motivações para quem vai abrir um negócio próprio diz respeito à oportunidade de trabalhar com o que gosta. Por isso, a primeira dica é: faça uma boa reflexão sobre os segmentos nos quais você pode investir. Procure áreas que façam sentido para o seu perfil (entenda isso, em detalhes, mais abaixo), que atendam às suas expectativas de empreendedor (financeiras e pessoais) e que tenham demanda no mercado.

2. Faça uma autoanálise

Você tem perfil empreendedor? Vai conseguir se dedicar ao empreendimento? Qual a sua possibilidade financeira de investimento? Se você quer saber como começar um negócio, essas são algumas perguntas que você deve fazer a si mesmo antes de concretizar o seu investimento. Isso porque conhecer a si mesmo vai te ajudar a traçar os melhores caminhos para seguir e a superar os desafios — naturais dessa jornada — com mais leveza e sabedoria.

3. Pesquise o mercado

Faça uma pesquisa de mercado para entender o público-alvo do segmento de interesse, a concorrência, as tendências do setor e as demandas necessárias do tipo de negócio que se quer abrir. Isso vai te ajudar a identificar pontos positivos e negativos da área, colocando-os na balança para decidir com consciência, e possíveis oportunidades de se destacar como um novo player. 

4. Faça um planejamento financeiro 

Todo negócio necessita de aporte financeiro para engrenar. Por isso, quando falamos em como começar um negócio, saiba que é fundamental calcular os gastos iniciais do projeto e o capital de giro necessário para ter segurança durante os primeiros meses de empresa. Assim, você não compromete sua subsistência e ainda garante a saúde do seu negócio.

Uma empresa pode ser a realização de um sonho, mas também é algo que demanda muita energia e que pode oferecer riscos se não for planejada corretamente. Portanto, certifique-se de estar pronto para as situações inesperadas que são comuns no meio empreendedor.

5. Tenha um plano de negócios bem-definido

Como você viu, as dicas mais importantes sobre como começar um negócio dizem respeito, basicamente, ao planejamento. E nada exemplifica melhor isso do que o plano de negócios. É ele que vai guiar a sua jornada empreendedora e te ajudar a tomar as decisões corretas para a sua empresa. 

Um bom plano de negócios deve conter:

  • seu público-alvo;
  • os produtos ou serviços que serão oferecidos;
  • a proposta de valor que sua empresa vai oferecer;
  • os canais de comunicação para chegar aos seus clientes;
  • as principais fontes de receita;
  • os ativos necessários para fazer a gestão do negócio;
  • os principais investimentos necessários.

6. Entenda a parte burocrática

Você já deve ter ouvido falar que abrir uma empresa não é fácil. E isso acontece porque existem muitas questões burocráticas que devem ser resolvidas, de modo a garantir segurança ao seu investimento. Portanto, procure saber quais são os documentos necessários para dar andamento às questões legais da empresa (como abrir um CNPJ), bem como para conseguir empréstimos, por exemplo, caso essa seja uma necessidade sua.

Como desenvolver habilidades de um empreendedor

Imagem de um homem subindo degraus até atingir o sucesso

Além de saber todas as questões importantes sobre como começar um negócio, para ter uma empresa de sucesso, é fundamental desenvolver as principais habilidades de um bom empreendedor. Afinal, embora muitos conhecimentos sejam adquiridos apenas com a experiência, há formas altamente eficazes de se preparar para essa jornada.

Confira alguns pontos aos quais você pode se dedicar:

  • Desenvolver visão global e criatividade: isso é fundamental para identificar oportunidades e inovar na resolução de problemas e na criação de novos produtos, serviços ou processos.
  • Desenvolver um perfil de liderança: entender como ser um bom líder é essencial para inspirar e motivar a equipe, ser o suporte que o seu time precisa para se desenvolver, saber resolver problemas e definir metas claras e alcançáveis. Uma boa maneira de fazer isso é lendo livros sobre liderança e participando de eventos e treinamentos com esse foco.
  • Melhorar a comunicação: ser capaz de se comunicar de forma clara com clientes, funcionários, parceiros e investidores faz toda a diferença para o sucesso do negócio.
  • Entender alguns conceitos financeiros: é claro que não é necessário ser um expert em finanças, afinal você terá um time especialista dedicado a essas questões. No entanto, entender e saber interpretar princípios financeiros básicos, como demonstrativos financeiros, previsão de fluxo de caixa e gestão de orçamento, é fundamental para você ter o controle do que acontece no seu negócio.
  • Aprimorar a gestão de tempo: o tempo é um bem precioso quando queremos sair na frente em um mercado competitivo. Portanto, saber priorizar tarefas, estabelecer processos ágeis e gerenciar o seu tempo, bem como orientar a gestão de tempo da equipe, é a fórmula de sucesso para qualquer empresa.
  • Saber resolver problemas: essa é uma habilidade essencial para quem tem uma empresa, afinal, como já falamos, os desafios são naturais na jornada empreendedora. Portanto, saber aceitar a existência deles e saber analisar as melhores soluções possíveis é a chave quando a dúvida é como começar um negócio.
  • Ser flexível e adaptável: o dia a dia de um empreendedor exige flexibilidade e a capacidade de se adaptar às mudanças de mercado, às tendências e aos desafios da rotina de uma empresa.
  • Fazer networking: construir e manter relacionamentos sólidos com outros empreendedores, mentores, clientes e influenciadores do setor é superimportante para a criação de novas oportunidades.
  • Saber vender/negociar: aprender a negociar acordos — tanto externos quanto internos — e a vender ideias, produtos ou serviços de maneira convincente é essencial para quem quer gerir um negócio. 
  • Ter autoconhecimento: como falamos na primeira seção deste texto, se conhecer é fundamental. Portanto, aprenda a reconhecer suas forças, fraquezas e áreas nas quais deve se desenvolver mais, sempre com o objetivo de evoluir como pessoa e profissional.

Ou seja, existem muitas habilidades que você pode desenvolver para se tornar um bom gestor e ter sucesso na sua jornada empreendedora. Mas, lembre-se: vá com calma! Não se pressione para aprender tudo de uma vez, afinal, como já mencionamos, há habilidades e conhecimentos que só serão aprimorados com a vivência diária.

Negócio do zero X Franquia

Entre as principais dúvidas sobre como começar um negócio, uma é o carro-chefe: em qual modelo de negócio investir? Afinal, existem diferentes formatos, que oferecem vantagens específicas. Entre eles, os mais comuns são os negócios começados do zero — ou seja, criar uma marca e um modelo de negócio próprio — e as franquias. 

Entre eles, as principais diferenças que podemos citar são:

O próprio modelo de negócio

Em um negócio do zero, você define qual será o modelo adotado, como será o processo de vendas, como será a comunicação com o cliente e muitos outros detalhes importantes. Já no caso de uma franquia, você adquire o direito de trabalhar com uma empresa que já possui um modelo de negócio testado pela franqueadora e aprovado pelo mercado. Ou seja, no franchising, é como se você cortasse uma parte do caminho.

Liberdade de decisões

Ao começar um negócio próprio, ou seja, iniciado do zero, você tem a liberdade de tomar todas as decisões que achar pertinentes. Isso diz respeito à arquitetura do seu ponto físico, à forma de se comunicar com os clientes, entre outros exemplos. 

Já no caso de uma franquia, isso é um pouco mais rígido. Não quer dizer que você não terá controle sobre o negócio; muito pelo contrário! Você, como franqueado, é responsável por toda a gestão da sua unidade, no entanto deverá seguir algumas regras estabelecidas no contrato de franquia. Afinal, é essa padronização que garante a força da marca franqueada em todo o território de atuação dela. 

Criação da marca

Conforme mencionamos, em um negócio iniciado do zero, você é o responsável por criar a marca e construir a reputação dela no mercado. Nesse caso, você tem mais liberdade para desenvolvê-la como imaginou. Em contrapartida, em uma franquia, você adquire um negócio com uma marca já criada e reconhecida no mercado, aumentando suas chances de conquistar clientes mais rapidamente para a sua unidade.

Suporte

Uma vez que se sabe como começar um negócio, é preciso estar preparado para enfrentar os desafios da jornada e, claro, dar suporte à sua equipe — especialmente enquanto a empresa dá seus primeiros passos. É claro que você, como empreendedor, pode ser um mentor por trás de tudo; porém, lembre-se: é você quem comanda o negócio!

Já no caso de uma franquia, você tem garantido, em contrato, um suporte completo prestado pela franqueadora. Isso inclui desde o auxílio na escolha do ponto comercial e nas operações do dia a dia até treinamentos com a equipe e a realização de campanhas de marketing especializadas.

Conheça as vantagens das franquias!

Neste texto, você viu tudo sobre como começar um negócio. Agora, se ficou interessado em saber mais como funciona o franchising, temos um conteúdo completo para você!

No nosso texto sobre por que as franquias são um investimento seguro e rentável, você confere como funciona o sistema de franquias, por que elas são seguras e rentáveis e qual o cenário do franchising no Brasil. Acesse e saiba tudo!

Homem analisando a Circular de Oferta de Franquia

Circular de Oferta de Franquia: entenda o que é e para que serve a COF

Entre todos os documentos necessários para se investir em uma franquia, um dos mais importantes é a Circular de Oferta de Franquia (COF), enviada obrigatoriamente pela franqueadora aos empreendedores com interesse em investir em uma unidade da marca.

Na Circular de Oferta de Franquia, deve constar uma série de informações a respeito da marca franqueada, com o objetivo de informar ao futuro franqueado tudo que é pertinente ao investimento: valor a ser investido, direitos e deveres das duas partes envolvidas, taxas a serem pagas e muito mais!

Então, sabendo da importância da COF franquia, preparamos este texto com todos os detalhes sobre o documento: o que é a Circular de Oferta de Franquia, para que serve, o que deve constar nela, qual o prazo de entrega e como analisá-la. Continue a leitura para saber mais!

O que é a Circular de Oferta de Franquia?

A Circular de Oferta de Franquia é um documento que as franqueadoras são obrigadas a fornecerem aos potenciais franqueados antes da assinatura do contrato de franquia. Seu principal objetivo é fornecer informações detalhadas sobre a franquia, permitindo que o investidor tome uma decisão informada sobre o investimento.

Além disso, o envio da COF também serve como um ponto de partida que formaliza o processo de parceria e transparência entre a franqueadora e o possível franqueado.

Para o que serve a Circular de Oferta de Franquia?

Antes de fazer qualquer investimento ou assinar qualquer contrato, é necessário conhecer a fundo todos os detalhes e as implicações envolvendo o acordo, não é mesmo? No franchising não é diferente.

A Circular de Oferta de Franquia funciona como uma ferramenta que reúne todas as informações pertinentes à franquia em questão, permitindo que o investidor tenha uma visão detalhada de como funciona a parceria entre franqueadora e franqueado, saiba quais serão suas responsabilidades e direitos e, assim, tome uma decisão consciente.

O que deve constar na COF?

Empresário pronto para assinar um acordo no escritório

Conforme mencionamos, a COF franquia deve conter informações essenciais que ajudem o potencial franqueado a tomar a sua decisão antes de assinar o contrato. Essas informações são:

Identificação da franqueadora

Nome, razão social, CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), endereço, informações de contato, histórico da empresa, entre outros detalhes importantes para identificação da empresa franqueadora.

Descrição detalhada da franquia

Informações sobre o tipo de negócio, produtos ou serviços oferecidos, mercado-alvo e posicionamento no setor de atuação. Ou seja, é uma espécie de descrição detalhada sobre o modelo de negócio da franquia e a marca em si.

Investimento total

Detalhamento completo dos custos envolvidos na abertura e na operação da franquia, incluindo taxas iniciais, custos de instalação, equipamentos, estoque, entre outros investimentos importantes — lembrando que esses valores dependem de cada modelo de franquia.

Mulher segurando papéis e analisando-os

Taxas e pagamentos

 A COF franquia deve conter informações detalhadas sobre todas as taxas de franquias, como royalties, fundo de propaganda e outros pagamentos recorrentes que o franqueado deve fazer à franqueadora em troca de vantagens competitivas obtidas.

É importante destacar que assim como as informações de investimento inicial, a forma como serão cobradas as taxas de franquias depende do modelo de negócio de cada rede.

Treinamento e suporte

Diz respeito à descrição dos programas de treinamento oferecidos pela franqueadora, seja para os franqueados ou para as equipes das unidades, incluindo duração e conteúdo. Além disso, a Circular de Oferta de franquia deve detalhar como é o suporte contínuo oferecido aos franqueados.

Localização e território

Na COF franquia deve constar a definição do território ou área geográfica em que o franqueado terá exclusividade (caso essa seja uma determinação), além de possíveis restrições territoriais de área de atuação. Além disso, também devem ser apresentadas as diretrizes para a escolha e a aprovação dos pontos comerciais, caso eles sejam exigidos pela marca.

Duração do contrato

Os contratos de franquia têm uma duração definida, e isso deve ser informado ao possível franqueado na COF franquia. O documento deve especificar o tempo de vigência do contrato e os termos para a possibilidade de renovação.

Direitos e obrigações das partes

Como em toda relação de parceria, o franchising também estabelece direitos e deveres para ambas as partes — franqueadora e franqueado. Assim, todas essas informações devem estar especificadas na Circular de Oferta de Franquia, incluindo detalhes sobre o direito de uso da marca, padrões de qualidade, políticas de marketing e outras especificações pertinentes.

Informações financeiras

É importante que na COF franquia conste uma apresentação dos demonstrativos financeiros da franqueadora. Assim, é possível mostrar ao possível investidor um panorama da saúde financeira da rede.

Histórico de outros franqueados

Lista de franqueados atuais e antigos, incluindo informações de contato, para que o potencial franqueado possa realizar suas próprias pesquisas e obter feedbacks sobre a franquia.

Essas são algumas informações que devem constar na Circular de Oferta de Franquia. Elas são estabelecidas, inclusive, pela própria Lei das Franquias, que rege todo o sistema de franchising brasileiro.

Qual o prazo de entrega da COF?

A Circular de Oferta de Franquia deve ser enviada ao potencial franqueado com no mínimo dez dias de antecedência da assinatura do contrato ou do pré-contrato ou do pagamento de qualquer taxa entre as partes. Caso isso não aconteça, a lei estabelece que é possível anular o contrato e receber ressarcimento de todos os valores já pagos no processo.

Como analisar a COF?

Homem falando ao telefone e analisando papéis

Você viu que a Circular de Oferta de Franquia é um documento essencial no processo de investimento em uma unidade. É ela que dá ao possível franqueado todas as informações necessárias envolvendo o modelo de negócio da marca em questão. Portanto, é fundamental analisar e entender a COF a fundo. Para isso, siga algumas orientações importantes:

  • Faça uma leitura detalhada: lembre-se da importância desse documento e leia a COF franquia com atenção, linha por linha. Certifique-se de entender cada seção e termo apresentados.
  • Consultoria legal: os termos de contratos podem ser complicados de se entender. Por isso, consultar um advogado especializado em franquias é altamente recomendado. Eles podem ajudar a interpretar as informações legais e identificar possíveis armadilhas.
  • Faça anotações: enquanto lê a Circular de Oferta de Franquia, faça anotações sobre pontos que geram dúvidas ou preocupações. Depois, tire todas as suas dúvidas tanto com um advogado especializado como com a própria equipe da franqueadora.
  • Avalie os custos: neste momento, você terá acesso de forma completa a todos os custos que envolvem a abertura de uma franquia. Portanto, aproveite para analisar detalhadamente os investimentos envolvidos, como a taxa de franquia, os royalties, o fundo de propaganda e outros pagamentos. Verifique se esses custos estão claros e se você pode pagar.
  • Entenda as responsabilidades: ao investir em uma franquia, você começará uma relação de parceria com a franqueadora. Então, é importante compreender suas responsabilidades como franqueado em relação ao uso da marca, aos padrões de qualidade, às estratégias de marketing, entre outros fatores importantes.
  • Verifique o território: é importante entender as questões que envolvem exclusividade de território e limites geográficos. Confira se são adequados para o seu plano de negócios.
  • Avalie suporte e treinamentos: um dos pontos mais interessantes do modelo de franquias é contar com o suporte da franqueadora. Portanto, entenda os programas de treinamentos oferecidos e o suporte contínuo que a franqueadora garante. Isso é vital para o seu sucesso como franqueado.
  • Histórico de outros franqueados: como dissemos, a Circular de Oferta de Franquia deve relacionar contatos de franqueados atuais e antigos. Assim, é possível falar diretamente com eles para obter informações sobre suas experiências e opiniões.
  • Investigue litígios e processos judiciais: se a COF franquia mencionar litígios passados ou em andamento, investigue-os para entender a natureza desses problemas e veja se podem ser preocupantes para você.
  • Busque negociar: pode ser que a Circular de Oferta de Franquia forneça informações ou termos com os quais você não concorda. Nesses casos, entre em contato com a equipe de expansão da franqueadora e busque um caminho de negociação antes de assinar o contrato.

Lembre-se: receber e ler a Circular de Oferta de Franquias é o passo anterior à assinatura do contrato. Por isso, tenha muito cuidado e paciência ao analisar o documento e certifique-se de entender tudo para fazer seu investimento de forma consciente.

Qual a diferença em relação ao contrato de franquia?

A Circular de Oferta de Franquia e o contrato de franquia são documentos essenciais para o investimento em uma franquia. E embora sejam, muitas vezes, confundidos entre si, eles possuem objetivos diferentes, como você pôde ver.

O contrato de franquia é a formalização da parceria e é por meio dele que a franqueadora concede ao franqueado o direito de utilizar sua marca, seu know-how, seus produtos ou serviços e outros aspectos do negócio. Ou seja, enquanto a COF franquia diz respeito a um documento de viés informativo, o contrato de franquia é um documento legal que formaliza a parceria entre as partes.

Para ficar por dentro de todos os detalhes dessa diferença, confira o nosso texto sobre contrato de franquia.

Franquias mais lucrativas: conheça a Bono Pneus e fature até R$ 3,5 milhões ao ano

Para descobrir quais são as franquias mais lucrativas do mercado, é fundamental analisar diversos fatores que vão além da lucratividade: payback, taxas a serem pagas, rentabilidade média e suporte oferecido pela franqueadora.

O franchising, porém, oferece uma gama diversificada de oportunidades de investimentos, com marcas e modelos de negócios diversos. Por isso, quando se trata de escolher uma opção rentável e segura, é essencial avaliar cuidadosamente cada possibilidade.

Neste artigo, apresentaremos em detalhes a Bono Pneus, uma marca que se destaca entre as franquias mais lucrativas do setor. Continue a leitura e descubra todos os diferenciais que fazem da nossa rede uma excelente escolha de investimento!

O que caracteriza as franquias mais lucrativas

As franquias mais lucrativas não se destacam apenas pelo alto faturamento que proporcionam, mas por uma série de características que contribuem para o sucesso e a segurança do investimento. Além do potencial de retorno financeiro expressivo, elas apresentam outras vantagens que tornam o negócio atrativo para os empreendedores, como:

  • Payback rápido: as franquias mais lucrativas geralmente possuem um payback — ou seja, o tempo para recuperar o investimento inicial — relativamente curto. Isso significa que o franqueado começa a colher os frutos do seu empreendimento em um prazo reduzido, o que aumenta a atratividade do negócio.
  • Rentabilidade média atrativa: além do faturamento alto, as franquias mais lucrativas apresentam uma rentabilidade média significativa, o que indica que após cobrir todas as despesas e taxas, o franqueado ainda obtém um bom lucro líquido mensal.
  • Taxas competitivas: as taxas cobradas pela franqueadora também influenciam na lucratividade do negócio. Franquias mais lucrativas tendem a ter taxas competitivas, que não comprometem excessivamente o retorno do investimento.
  • Suporte e treinamento: as franquias mais lucrativas oferecem um suporte sólido ao franqueado, desde o momento da escolha do ponto comercial até a operação diária do negócio. Além disso, elas oferecem treinamentos e capacitações para que o franqueado e sua equipe estejam sempre preparados para operar o negócio de forma eficiente.
  • Marca reconhecida: o sucesso de uma franquia muitas vezes está associado à força da marca no mercado. Por isso, as franquias mais rentáveis são de marcas reconhecidas e consolidadas, o que atrai uma carteira de clientes fiéis e facilita a atração de novos consumidores.

Conheça a Bono Pneus

Fotos do pátio de uma unidade da Bono Pneus, uma das franquias mais lucrativas do mercado

A Bono Pneus é uma franquia de serviços automotivos que se destaca no mercado brasileiro pela qualidade dos serviços e produtos oferecidos aos clientes e pelo suporte garantido aos franqueados, além, é claro, da trajetória de sucesso e expansão.

Fundada em 1992, a rede teve origem como uma pequena borracharia em Campinas, no interior de São Paulo. Com o passar dos anos, aprimoramos nossos processos e, em 2000, nos tornamos a primeira franquia multimarcas de pneus no país.

Serviços e produtos de qualidade

A Bono Pneus oferece uma ampla gama de serviços automotivos, proporcionando soluções completas para a manutenção e o cuidado dos veículos dos clientes. Entre os serviços disponíveis, destacam-se a troca de pneus, o alinhamento e balanceamento, as revisões preventivas, os serviços de suspensão e freios e outros reparos mecânicos. 

Foto com a lista de todos os serviços oferecidos pela Bono Pneus

Para garantir a máxima satisfação dos clientes, toda a rede conta com equipes especializadas em serviços automotivos e equipamentos de última geração.

Além dos serviços, contamos com uma vasta seleção de produtos automotivos, que incluem pneus das melhores marcas do mercado, peças de reposição e acessórios, atendendo às necessidades dos clientes de forma completa e eficiente.

Números de sucesso

Com mais de 65 unidades distribuídas por mais de 11 estados do Brasil, a Bono Pneus se tornou uma das maiores redes de franquias de serviços automotivos do país. Nossa expansão contínua é resultado do nosso compromisso com a qualidade, a eficiência e a satisfação dos clientes.

Imagem do mapa do Brasil com as marcações dos estados que têm unidades da Bono Pneus

Com mais de 30 anos de experiência no mercado, nos consolidamos como uma marca de referência, conquistando a confiança do público e fortalecendo nossa presença nacional. 

Nossos franqueados contam com todo o suporte necessário para operar o negócio, incluindo treinamentos, assistência técnica, marketing e gestão. Dessa forma, investir em uma franquia Bono Pneus é uma oportunidade promissora para empreendedores que desejam fazer parte de um negócio consolidado, comprovadamente lucrativo e que oferece serviços de qualidade para o mercado automotivo brasileiro.

A trajetória de sucesso da Bono Pneus é o reflexo da nossa dedicação em proporcionar uma experiência excepcional para os clientes, além de oferecer um modelo de franquia sólido e rentável para nossos parceiros empreendedores.

Franquia de excelência

Como você pôde ver, nossa trajetória de sucesso é resultado do compromisso com a qualidade em todas as etapas do processo, desde a estruturação das lojas até o relacionamento com nossos clientes e franqueados.

Contudo, a excelência da Bono Pneus está presente em diversos aspectos do negócio, oferecendo vantagens competitivas e contribuindo para o sucesso da marca. Alguns dos nossos diferenciais são:

  • Melhor franquia de centro automotivo: a Bono Pneus é reconhecida como uma das melhores franquias do segmento automotivo.
  • Payback de 48 meses: nossos franqueados contam com um rápido retorno do investimento, com um payback de 48 meses, em média.
  • Boa aceitação pelo público feminino: a Bono Pneus conquistou a confiança do público feminino, proporcionando um ambiente acolhedor e inclusivo.
  • Multimarcas de pneus: oferecemos uma ampla variedade de pneus, incluindo opções importadas e nacionais, atendendo às necessidades e preferências de nossos clientes.
  • Equipe de BI para análise de resultados: contamos com uma equipe especializada em business intelligence (BI), que realiza análises estratégicas para otimizar os resultados das nossas lojas.
  • Autonomia de negociação com o fornecedor: nossos franqueados têm liberdade para negociar com fornecedores, garantindo melhores condições para suas operações.
  • Projeto arquitetônico que valoriza a loja: investimos em projetos arquitetônicos que valorizam a identidade visual da marca e proporcionam uma experiência agradável aos clientes.
  • Não é necessário ter experiência no segmento: oferecemos treinamentos e suporte completo para que nossos franqueados tenham sucesso mesmo sem experiência prévia no segmento automotivo.
  • Loja entregue em total funcionamento: nossas lojas são entregues em pleno funcionamento, proporcionando aos franqueados um início de operação tranquilo e seguro.
  • Suporte total ao franqueado: franqueados da Bono Pneus contam com suporte contínuo em todas as áreas do negócio, como marketing, gestão e administrativo.
  • Lojas bem avaliadas: as unidades recebem avaliações positivas dos clientes, refletindo a qualidade de nossos serviços e atendimento.
  • Liberdade na precificação: franqueados da nossa empresa têm autonomia para definir suas estratégias de precificação, adaptando-se às características locais do mercado.

Selos e premiações

A excelência da Bono Pneus é reconhecida pelo mercado e pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Além de sermos uma das franquias mais lucrativas do franchising brasileiro, desde 2012 recebemos o Selo de Excelência da ABF, o que comprova nosso compromisso com a qualidade e a satisfação dos nossos franqueados e clientes.

Além disso, também fomos reconhecidos por dois anos consecutivos como uma das melhores franquias do Brasil, de acordo com a revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios (PEGN).

Imagem dos selos da ABF e da PEGN conquistados pela Bono Pneus

Formato ideal de investimento

A Bono Pneus oferece um formato de investimento estratégico para empreendedores que procuram pelas franquias mais lucrativas, possibilitando um faturamento de até R$ 3,5 milhões ao ano.

Para adquirir uma de nossas franquias, é necessário um capital de instalação a partir de R$ 600 mil. Esse valor é projetado para proporcionar um rápido retorno, com payback em média de 48 meses, um faturamento médio mensal de R$ 300 mil e uma rentabilidade média de 10%.

Nosso alto faturamento reflete a alta demanda por serviços automotivos e a forte presença da Bono Pneus no mercado. Além disso, nosso modelo de negócio permite uma margem de lucro atrativa, garantindo a rentabilidade e o crescimento contínuo dos franqueados.

Taxas e capital de giro

Ao se tornar um de nossos franqueados, é necessário o pagamento de uma taxa de franquia de R$ 60 mil, que concede o direito de uso da marca e o acesso a todo o suporte e know-how da rede. Além disso, é cobrado um royalty de 5% sobre o faturamento bruto, que é revertido em investimentos contínuos na marca e suporte aos franqueados.

É importante destacar a necessidade de um capital de giro de R$ 150 mil para garantir a operação inicial da unidade e cobrir despesas operacionais durante o início das atividades. Afinal, o capital de giro é essencial para assegurar a estabilidade financeira do negócio nos primeiros meses de funcionamento.

Torne-se um franqueado de sucesso!

Neste artigo, vimos como a Bono Pneus se destaca entre as franquias mais lucrativas no mercado. Nossa rede está presente em diversas regiões do Brasil, conquistando a confiança dos clientes e consolidando-se como referência no segmento automotivo.

Então, se você busca um investimento seguro e rentável, uma franquia da nossa rede pode ser exatamente o que você precisa para transformar a sua vida profissional e se tornar um empreendedor bem-sucedido.

Venha fazer parte dessa história e conquiste sua independência financeira com a melhor franquia automotiva do Brasil. Acesse o nosso site e saiba como se tornar um franqueado de sucesso com a Bono Pneus.

Contrato de franquia: saiba tudo o que deve constar no documento

Um dos pontos mais importantes para quem quer investir no franchising é a assinatura e a análise minuciosa do contrato de franquia. Afinal, esse documento estabelece as diretrizes que vão reger a relação entre o franqueado e a franqueadora.

No processo de negociação, o contrato de franquia deve ser acompanhado da Circular de Oferta de Franquia (COF), documento do qual falaremos mais adiante. Esses dois registros contribuem, juntos, para que o possível franqueado tenha acesso a todas as informações importantes sobre o negócio, além de assegurar, para as duas partes, que todos os acordos serão cumpridos.

Entendendo, então, a importância do contrato de franchising, neste texto falaremos tudo o que deve constar no documento, além de outras informações essenciais que merecem sua atenção. Confira!

O que é o contrato de franquia?

O contrato de franquia é um documento do franchising que representa legalmente o acordo firmado entre a franqueadora e o franqueado. Por meio dele, a franqueadora concede ao franqueado o direito de utilizar sua marca, seu know-how, seus produtos ou serviços e outros aspectos do negócio, em troca do pagamento de taxas e royalties.

O contrato de franquia é um documento obrigatório no estabelecimento dessa relação de parceria, de acordo com a Lei 13.966/2019. Ele deve ser elaborado com cuidado para proteger os interesses de ambas as partes e garantir o bom funcionamento do negócio, além de assegurar direitos, deveres e limites nas atuações da franqueadora e do franqueado.

Qual a diferença em relação à COF?

Foto de um homem assinando um contrato

A Circular de Oferta de Franquia (COF) e o contrato de franquia são, muitas vezes, confundidos entre si. No entanto, trata-se de documentos diferentes, que se complementam no processo de negociação da compra da unidade.

Enquanto o contrato de franquia formaliza o relacionamento entre franqueadora e franqueado, estabelecendo os termos e as condições dessa relação, a COF diz respeito a um documento que contém as informações essenciais da franquia e que deve ser entregue ao possível franqueado com no mínimo dez dias de antecedência da assinatura do contrato.

O objetivo da COF é informar esse possível franqueado sobre as questões mais importantes do negócio, como quais são as taxas estabelecidas pela franqueadora e qual o percentual de royalties a ser pago. Assim, ele tem mais insumos para tomar sua decisão sobre realizar ou não o investimento.

Quais cláusulas devem constar no contrato de franquia?

Conforme mencionamos, o contrato de franquia deve ser minuciosamente elaborado para abranger todos os pontos da relação entre franqueadora e franqueado e proteger os direitos de ambas as partes. Alguns elementos que devem constar no documento são:

  • identificação das partes;
  • descrição da franquia: descrição detalhada do tipo de negócio e dos serviços ou produtos que serão oferecidos ao franqueado;
  • direitos e obrigações da franqueadora;
  • direitos e obrigações do franqueado;
  • taxas e royalties: o contrato deve deixar claro quais são as taxas iniciais e recorrentes que o franqueado deverá pagar ao franqueador, bem como as regras para o pagamento dos royalties;
  • território: o contrato deve especificar se o franqueado terá exclusividade em uma determinada região ou se outros franqueados também poderão operar ali;
  • duração do contrato;
  • suporte e treinamentos: o contrato deve descrever o suporte e os treinamentos que a franqueadora fornecerá ao franqueado, incluindo detalhes sobre manuais de operação;
  • propriedade intelectual: deve ficar claro que a propriedade intelectual, como marcas registradas e segredos comerciais, pertence à franqueadora e não ao franqueado;
  • resolução de conflitos: o documento deve conter uma cláusula que estabeleça o procedimento para resolver disputas entre as partes, como mediação ou arbitragem;
  • renovação e transferência: definir os termos para a renovação do contrato após o término do prazo e a possibilidade de transferência da franquia para terceiros;
  • rescisão e penalidades: estabelecer as circunstâncias em que o contrato pode ser rescindido, bem como as penalidades aplicáveis em caso de violação.

Essas são as cláusulas mais importantes de um contrato de franquia, que podem variar de acordo com o tamanho da operação, os modelos e métodos de franquia aplicados e as áreas de atuação, entre outros fatores.

É possível rescindir o contrato?

Sim, é possível rescindir o contrato de franquia ou mesmo não renová-lo, desde que seguindo o que foi estabelecido na cláusula do documento, afinal, como comentamos, essa regra pode variar de franquia para franquia.

Alguns motivos que podem levar à rescisão, por parte da franqueadora ou do próprio franqueado, são:

  • não cumprimento das cláusulas especificadas em contrato;
  • falhas no suporte ou na prestação de serviços de ambos os lados;
  • cobranças não estabelecidas no contrato;
  • descumprimento de prazos.

Existem muitos motivos que podem levar a  uma rescisão do contrato. Por isso, é fundamental que a COF e o contrato de franquia sejam bem analisados antes que a parceria seja firmada.

Como analisar o contrato de franquia?

Foto de um homem analisando um contrato

Como em todo contrato, no contrato de franquia, é fundamental entender claramente e com detalhes tudo o que está sendo acordado e deverá ser cumprido pelas duas partes envolvidas no processo. Por isso, é importante seguir algumas dicas simples no momento de avaliar o documento:

  • fazer uma leitura cuidadosa;
  • buscar entender todas as cláusulas individualmente;
  • conhecer os prazos de renovação de contrato;
  • entender os motivos que podem ocasionar a rescisão e eventuais penalidades;
  • entrar em acordo sobre as taxas cobradas, sejam mensais ou investimentos pontuais;
  • conhecer as políticas e formas de trabalho exigidas pela franqueadora.

Para que não haja erros, é recomendável a participação de advogados especializados e independentes no processo de análise. Assim, todas as dúvidas podem ser sanadas antes que o documento seja assinado, garantindo mais segurança e tranquilidade às duas partes envolvidas.

Quais taxas são acordadas em contrato?

Como falamos ao longo deste texto, o contrato de franquia deve conter todas as informações que dizem respeito à relação entre a franqueadora e o franqueado. E isso inclui as taxas que deverão ser pagas para que o franqueado obtenha o direito de utilizar a marca. 

Essas taxas variam de acordo com o modelo usado pela franquia, mas costumam incluir:

  • taxa de franquia;
  • royalties;
  • fundo de propaganda/marketing.

Entender essas taxas e a forma como serão cobradas é fundamental para que a relação de parceria funcione da melhor forma possível. Por isso, confira o nosso texto completo sobre as taxas de franquias.

Franquia de serviços: por que investir e qual marca escolher?

Uma franquia de serviços é uma opção que tem se mostrado cada vez mais atraente para empreendedores que desejam ingressar no mundo do franchising, afinal elas oferecem inúmeras vantagens.

Se comparada a uma franquia de produto, uma franquia de prestação de serviços sai na frente por ser um nicho em constante crescimento e pela demanda crescente da sociedade por serviços diversificados.

Quer saber mais sobre as vantagens dessas franquias? Neste texto, te explicamos como elas funcionam, como está o panorama de serviços no Brasil e como escolher a marca ideal. Continue a leitura!

O que é uma franquia de serviços?

Resumidamente, uma franquia de prestação de serviços é um modelo de negócio no qual a franqueadora oferece ao franqueado a oportunidade de explorar e comercializar um determinado serviço, com base em um formato já estabelecido e bem-sucedido.

Assim como em qualquer outra franquia, na de serviços, o franqueado recebe treinamento, suporte e know-how da franqueadora para operar o negócio de forma eficiente.

Contudo, diferentemente das franquias de produtos, nas quais a distribuição e a comercialização de mercadorias são fundamentais, as franquias de serviços têm como principal objetivo fornecer soluções e experiências aos clientes por meio da prestação de serviços especializados. 

Esses serviços podem abranger uma ampla variedade de áreas, como saúde e bem-estar, educação, limpeza, consultoria, manutenção, tecnologia, entre outras. Assim, pode-se dizer que o sucesso desse tipo de franquias está fortemente ligado à qualidade dos serviços oferecidos, à capacidade de atender às necessidades dos clientes e à excelência operacional em todos os aspectos do negócio.

Como funciona uma franquia?

Uma franquia funciona por meio de um contrato firmado entre o franqueado e a franqueadora. Ou seja, o franqueado paga uma taxa inicial — conhecida como taxa de franquia — para obter o direito de utilizar a marca, o know-how e o suporte da franqueadora.

Nesse contrato, o franqueado deve seguir algumas diretrizes e assumir determinadas responsabilidades, como os royalties, valores pagos periodicamente à franqueadora como uma forma de remuneração contínua pelo suporte oferecido.

Além disso, a franqueadora também pode exigir a participação em um fundo de propaganda, utilizado para ações de marketing em benefício de toda a rede. Essa estrutura permite ao franqueado empreender de forma mais segura, aproveitando a experiência e a solidez da marca.

Geralmente, os franqueados recebem treinamento, suporte e orientação para a operação do negócio, um dos fatores que representam a segurança do franchising. Isso inclui a transferência de melhores práticas, métodos operacionais, estratégias de marketing e padrões de qualidade.

Além disso, a colaboração em rede oferecida pelo sistema de franquias permite o compartilhamento de experiências, o aprendizado mútuo e a troca de ideias entre os franqueados, promovendo um ambiente de apoio e crescimento coletivo.

Dessa forma, os franqueados podem se beneficiar de um modelo de negócio comprovado, reduzindo riscos e aumentando as chances de sucesso. 

Como está o mercado de serviços no Brasil?

O mercado de serviços no Brasil tem apresentado um crescimento expressivo nos últimos anos. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o setor de serviços, que representa cerca de 70% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, registrou um crescimento de 1,1% em fevereiro de 2023 em comparação com o mesmo período do ano anterior. 

Esses números indicam uma tendência positiva e promissora para o setor, com o índice alcançando 92,4 pontos, o maior desde novembro do ano passado, de acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Ou seja, os dados revelam que mesmo após o período desafiador da pandemia, em que diversos setores ainda buscam se recuperar, o segmento de serviços continua progredindo, demonstrando resiliência e oportunidades de negócios.

Dois profissionais de mecânica automotiva

Por que investir em franquia?

Investir em uma franquia oferece diversas vantagens aos empreendedores. Ao optar por esse modelo de negócio, o franqueado tem acesso a uma marca já estabelecida, com um público-alvo definido e um sistema operacional testado e aprovado. 

Além disso, como já mencionamos, a franqueadora oferece suporte e treinamentos, reduzindo os riscos e aumentando as chances de sucesso do empreendimento. A franquia também permite ao empreendedor utilizar uma estrutura de negócio padronizada, com processos estabelecidos, o que proporciona maior eficiência e economia de tempo.

Por que investir em uma franquia de serviços?

Investir em uma franquia de serviços pode ser uma escolha estratégica para empreendedores que desejam obter sucesso no mundo dos negócios. Confira algumas vantagens:

  • Crescente demanda: o setor de serviços tem registrado demanda crescente, fator essencial para a economia. Isso porque as pessoas sempre necessitarão de serviços essenciais — como serviços automotivos —, o que proporciona um mercado estável e com potencial de crescimento contínuo.
  • Baixa sazonalidade: como mencionado, diferentemente de alguns negócios relacionados a produtos, as franquias de serviços costumam ter uma demanda constante ao longo do ano. Isso reduz a dependência de períodos específicos e oferece maior estabilidade financeira.
  • Menor investimento inicial: em comparação com outros tipos de franquia, as franquias de serviços geralmente exigem um investimento inicial mais baixo, tornando a entrada no mercado mais acessível, especialmente para empreendedores iniciantes.

Além dessas vantagens, ainda existem aqueles benefícios gerais de se investir em uma franquia, como já citamos. Entenda quais são os principais deles:

  • Suporte e treinamento: ao investir em uma franquia de serviços, você terá acesso a suporte e treinamento especializados fornecidos pela franqueadora, o que aumenta suas chances de sucesso e minimiza os riscos.
  • Possibilidade de expansão: as franquias de serviços oferecem a oportunidade de expandir o negócio por meio da abertura de unidades adicionais. Esse crescimento gradual pode ser alcançado por meio do desenvolvimento de uma rede de franquias sólida e bem estruturada.
  • Marca estabelecida: ao optar por uma franquia de serviços, você estará se associando a uma marca já estabelecida e reconhecida no mercado. Isso traz benefícios significativos, como credibilidade, confiança dos clientes e maior visibilidade.

Ou seja, investir em uma franquia de serviços oferece uma variada gama de benefícios, mas atenção: certifique-se de fazer uma análise criteriosa, avaliar as opções disponíveis e escolher uma franquia que esteja alinhada aos seus interesses, objetivos e valores.

A Bono Pneus é um exemplo de franquia de serviços que se destaca no mercado automotivo, oferecendo uma oportunidade de empreendimento com um excelente potencial de crescimento.

Qual marca escolher?

Fachada de uma unidade da Bono Pneus

Quando se trata de escolher uma marca para investir em uma franquia de serviços, é essencial considerar a reputação, o suporte oferecido, a demanda pelo serviço e o potencial de crescimento. 

Nesse cenário, a Bono Pneus se destaca como uma excelente opção. Com mais de 30 anos de experiência no mercado automotivo, somos uma franquia consolidada e rentável, com um modelo de negócio comprovado e suporte abrangente. 

A marca se destaca pela qualidade dos serviços prestados, pela ampla variedade de soluções automotivas e pela constante inovação. Então, se você está em busca de uma franquia de serviços no setor automotivo, a Bono Pneus é uma escolha inteligente. Saiba mais aqui!

Agora, se antes disso você quiser saber mais sobre a nossa marca e o nosso segmento, te convidamos a conferir o nosso artigo “Franquia automotiva: conheça a Bono Pneus e saiba por que investir”.

Investimento seguro e rentável: conheça o sistema de franquias e saiba por que escolher

No mundo dos negócios, encontrar um investimento seguro e rentável é o objetivo de muitos empreendedores. Nesse contexto, o sistema de franquias tem se destacado como uma opção atrativa e promissora, devido às possibilidades de lucros altos e à segurança oferecida pelo modelo.

Isso porque com uma franquia, os investidores têm acesso a um modelo de negócio testado e aprovado pelo público e a uma marca já estabelecida no mercado, o que oferece mais segurança e chances de sucesso.

Neste artigo, vamos explorar como o franchising funciona e destacar as razões pelas quais as franquias são consideradas um investimento seguro e rentável. Continue conosco e entenda!

Como funciona o sistema de franquias?

O sistema de franquias é um modelo de negócio, considerado um investimento seguro e rentável, em que uma empresa (franqueadora) concede a terceiros (franqueados) o direito de utilizar sua marca, produtos, serviços e know-how. Essa concessão é feita por meio de um contrato de franquia, no qual são estabelecidas as condições, os direitos e as obrigações de ambas as partes.

Outra característica do franchising é que a franqueadora fornece ao franqueado o suporte necessário para que ele possa replicar o modelo de negócio da marca. Isso inclui o fornecimento de treinamentos, manuais de operação, assistência na escolha do local, marketing e publicidade, entre outros aspectos. Em troca, o franqueado paga taxas à franqueadora, como a taxa de franquia, os royalties e o fundo de propaganda.

Essa relação entre franqueadora e franqueado é baseada em uma parceria em que ambos têm interesses alinhados. Assim, enquanto a franqueadora busca expandir sua marca e aumentar sua presença no mercado, o franqueado deseja empreender com mais segurança, aproveitando-se da expertise e do suporte oferecidos pela empresa. Ou seja, a colaboração mútua e o compartilhamento de conhecimentos e recursos são a base do sistema de franquias.

Cubos de madeira com desenhos de empresas representando as franquias, um tipo de investimento seguro e rentável

Por que as franquias são um investimento seguro e rentável?

As franquias são consideradas um investimento seguro e rentável por diversas razões, como:

  • Modelo de negócio comprovado: ao investir em uma franquia, você está adquirindo um modelo de negócio testado e aprovado pelo público. A franqueadora já desenvolveu e refinou o conceito, minimizando os riscos associados ao lançamento de um novo empreendimento.
  • Marca estabelecida: as franquias oferecem a oportunidade de operar sob uma marca já reconhecida no mercado. Isso significa que você se beneficia do reconhecimento e da reputação da marca, o que pode impulsionar o sucesso do seu negócio desde o início.
  • Suporte contínuo: as franqueadoras oferecem suporte e orientação contínuos aos franqueados, incluindo treinamentos, assistência na escolha do ponto, suporte de marketing e publicidade, gestão de estoque, entre outros. Esse suporte reduz os erros e aumenta as chances de sucesso.
  • Redução de riscos: ao investir em uma franquia, você está adquirindo um negócio com uma fórmula comprovada de sucesso, reduzindo os riscos associados a erros comuns em novos empreendimentos, como desenvolvimento de produtos, estratégias de marketing e operações.
  • Economia em escala: como parte de uma rede de franquias, você pode se beneficiar do poder de negociação coletiva e do acesso a fornecedores pré-estabelecidos. Isso pode resultar em custos mais baixos, melhores condições de compra e acesso a recursos que seriam mais difíceis de obter como um negócio independente.
  • Potencial de lucro: as franquias oferecem um potencial de lucro significativo. A franqueadora geralmente fornece projeções financeiras e informações sobre o desempenho de outras unidades da franquia, permitindo que você avalie o retorno esperado do investimento.
  • Aprendizado contínuo: ao fazer parte de uma franquia, você terá a oportunidade de aprender com outros franqueados da rede. A troca de experiências e de melhores práticas pode ser valiosa para o seu crescimento pessoal e profissional.

Por fim, é importante destacar que o sucesso de uma franquia depende do empenho e da dedicação do franqueado, além, é claro, do cumprimento dos termos do contrato de franquia. No entanto, com uma gestão eficiente e a aplicação dos conhecimentos adquiridos, é possível obter um retorno financeiro satisfatório e alcançar um crescimento constante ao longo do tempo, reiterando o franchising como um investimento seguro e rentável.

Qual o cenário das franquias no Brasil?

No Brasil, o franchising segue bastante promissor e tem apresentado um crescimento significativo nos últimos anos. O setor tem se mostrado resistente a crises e tem se expandido mesmo em períodos de instabilidade econômica.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento do setor de franquias brasileiro superou a marca de R$ 211 bilhões em 2022, representando um crescimento de 14,3% em relação ao ano anterior. Esse aumento demonstra a força e o potencial do franchising como modelo de negócio no país.

Além disso, o número de unidades de franquias também tem aumentado. De acordo com a ABF, o Brasil fechou 2022 com mais de 164 mil unidades franqueadas em operação, um crescimento de 9% em relação a 2021.

Outro dado relevante é que o franchising é um importante gerador de empregos formais no país, oferecendo oportunidades de trabalho para milhares de pessoas em diferentes setores da economia.

Diante desse cenário positivo, investir em uma franquia pode ser uma excelente oportunidade para empreendedores que desejam ter seu próprio negócio, mas buscam minimizar os riscos e contar com o suporte de uma marca já estabelecida.

Vale ressaltar, entretanto, que apesar do cenário favorável e de as franquias serem comprovadamente um investimento seguro e rentável, é fundamental realizar uma análise cuidadosa do mercado, do segmento que se deseja investir, da marca e do contrato de franquia antes de fazer um investimento. Afinal, cada franquia possui suas particularidades e é importante escolher aquela que mais se adequa ao perfil e aos objetivos do investidor.

Imagem vetorial de uma mulher, um homem segurando uma franquia e um planeta atrás com pontos de localização

Quer saber mais sobre as franquias?

Como você pôde ver, investir em uma franquia é uma escolha inteligente para quem busca um investimento seguro e rentável. Isso porque, entre outros motivos, o cenário do franchising no Brasil é extremamente promissor, com um crescimento constante do setor e oportunidades de sucesso em diversos segmentos.

Ao optar por uma franquia, você estará adquirindo um negócio com potencial de lucro e acesso a recursos valiosos, além de contar com o respaldo de uma marca reconhecida no mercado. 

Sendo assim, se você chegou até aqui e está interessado em investir em uma franquia, que tal entender mais sobre as taxas de franquias e como elas funcionam? Para isso, basta conferir o nosso artigo “Quais são e para que servem as taxas de franquias?”.

O que é franquia? Entenda como funciona esse modelo de negócio

Se você está pensando em empreender e busca por um modelo de negócio sólido, rentável e que ofereça suporte de gestão, entender o que é franquia pode te ajudar a escolher o caminho certo a seguir.

Afinal, sabemos que a trajetória empreendedora é cheia de obstáculos. Porém, com o modelo de negócio certo, empenho e dedicação, as chances de ser bem-sucedido aumentam consideravelmente.

Sabendo de tudo isso, neste texto vamos te explicar com detalhes o que é franquia, como funciona esse tipo de negócio e por que ele pode ser a melhor alternativa para você. Boa leitura!

O que é franquia

Franquia é um modelo de negócio em que uma empresa — conhecida como franqueadora , concede a outra pessoa ou empresa (franqueado) o direito de utilizar sua marca, seus produtos ou serviços, sua tecnologia e seu know-how. Essa relação é formalizada por meio de um contrato de franquia, no qual são estabelecidos os direitos e as obrigações de ambas as partes.

Em outras palavras, a resposta para a pergunta “o que é franquia?” pode ser “a replicação de um negócio de sucesso“, pois trata-se de marcas e modelos que já foram testados pela franqueadora e aprovados pelo público, sendo comprovadamente lucrativos e sustentáveis.

O objetivo, portanto, é permitir que outras pessoas possam adquirir o direito de operar um empreendimento semelhante, seguindo as diretrizes e os padrões estabelecidos pela franqueadora.

Particularidades do modelo

Bom, agora que você entendeu o que é franquia, deve saber que ao adquirir uma, o franqueado recebe todo o suporte necessário para iniciar e operar o negócio. Isso inclui desde os treinamentos iniciais até o apoio contínuo em áreas como marketing, operações, gestão de pessoas e atendimento ao cliente. A franqueadora compartilha seu conhecimento e expertise para garantir que o franqueado tenha todas as ferramentas e recursos para alcançar o sucesso.

Outra particularidade muito importante da franquia é a uniformidade. A franqueadora estabelece padrões e diretrizes que devem ser seguidos por todos os franqueados. Isso inclui desde a identidade visual da marca até a qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Essa uniformidade é fundamental para manter a consistência e a reputação da marca em todos os locais em que a franquia está presente.

Outro ponto importante na explicação sobre o que é franquia é que esse modelo de negócio também envolve uma relação de interdependência entre franqueado e franqueadora, já que o sucesso de um contribui para o sucesso de outro. Sendo assim, a colaboração e a comunicação constante entre ambas as partes são fundamentais para o crescimento e a prosperidade do negócio.

No geral, a franquia oferece uma oportunidade única para empreendedores que desejam ter seu próprio negócio, mas com o suporte e a segurança de uma marca já estabelecida. É uma forma de empreender com um menor risco, aproveitando a expertise e o know-how de uma franqueadora que já conquistou sucesso no mercado.

Responsabilidades do franqueado e da franqueadora

Conforme mencionamos acima, a relação entre franqueado e franqueadora caracteriza-se como uma parceria, já que uma parte depende da outra para que ambas tenham sucesso.

Sabendo disso e entendendo o que é franquia, é de se imaginar que, como em qualquer outra relação de parceria, as partes envolvidas têm suas responsabilidades. Entenda:

O que cabe ao franqueado

  • Seguir os padrões e diretrizes estabelecidos: o franqueado deve seguir as normas e os padrões operacionais determinados pela franqueadora. Isso inclui desde a identidade visual da marca até os procedimentos de atendimento ao cliente, garantindo a consistência da experiência oferecida aos consumidores.
  • Realizar investimentos iniciais e contínuos: o franqueado é responsável por fazer os investimentos necessários para iniciar a operação da franquia, como o pagamento da taxa de franquia e a aquisição de equipamentos, por exemplo. Além disso, ele deve arcar com as despesas operacionais e as taxas periódicas estabelecidas no contrato.
  • Participar dos treinamentos e capacitações oferecidos: o franqueado deve participar de treinamentos e capacitações oferecidos pela franqueadora. Esses treinamentos visam transmitir conhecimentos específicos sobre a operação do negócio, os processos internos, os produtos e serviços, entre outros aspectos relevantes para o sucesso da franquia.
  • Gerenciar o negócio localmente: o franqueado é responsável pela gestão diária do negócio, incluindo a contratação e o treinamento de funcionários, o controle de estoque, o atendimento ao cliente e a tomada de decisões operacionais. Ele deve se dedicar integralmente ao negócio e estar comprometido com o cumprimento das diretrizes estabelecidas pela franqueadora.

O que cabe à franqueadora

  • Fornecer suporte inicial e contínuo: a franqueadora é responsável por fornecer suporte e assistência ao franqueado no início da operação e ao longo de toda a vigência do contrato de franquia. Isso inclui o auxílio na escolha do ponto comercial, a orientação na montagem da unidade, o treinamento da equipe, a transferência de know-how, o suporte em marketing e publicidade, entre outros fatores.
  • Disponibilizar manuais e diretrizes operacionais: a franqueadora deve fornecer manuais e diretrizes operacionais completos que descrevam todos os processos e padrões a serem seguidos pelo franqueado. Esses manuais servem como um guia para a operação eficiente e padronizada da franquia, garantindo a consistência em todas as unidades da rede.
  • Realizar pesquisas e desenvolvimento de produtos: a franqueadora é responsável por conduzir pesquisas e desenvolver os produtos ou serviços da marca, buscando inovação e melhorias contínuas. Ela deve fornecer ao franqueado tecnologias e melhorias que beneficiem toda a rede de franquias.
  • Promover o monitoramento e a fiscalização: a franqueadora deve monitorar e fiscalizar o cumprimento dos padrões e diretrizes por parte dos franqueados. Isso é essencial para garantir a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos, além de manter a integridade da marca em todas as unidades.

É importante destacar que as responsabilidades do franqueado e da franqueadora são complementares e interdependentes e caracterizam bem o conceito de o que é franquia. Ambas as partes devem trabalhar em colaboração, mantendo uma comunicação aberta e transparente, visando ao sucesso conjunto do negócio.

Imagem de pessoas, sentadas ao redor de uma mesa, unindo as mãos

Circular de Oferta de Franquia (COF)

A Circular de Oferta de Franquia (COF) é um documento essencial e obrigatório no processo de aquisição de uma franquia e que também ajuda a entender o que é franquia. Ela contém informações detalhadas sobre o negócio, fornecendo ao potencial franqueado dados relevantes para a tomada de decisão. 

Na COF, são abordados aspectos como histórico da franqueadora, experiência dos dirigentes, descrição do negócio, direitos e obrigações do franqueado, investimentos necessários, taxa de franquia, royalties, fundo de propaganda, território de atuação, entre outros.

Esse documento tem como objetivo principal fornecer transparência e clareza sobre a franquia e permitir que o futuro franqueado tenha acesso a informações essenciais antes de tomar a decisão de investir. Por meio desse documento, o franqueado obtém uma visão mais ampla da franqueadora, suas expectativas e as condições para operar a franquia.

É importante ressaltar que a COF deve ser entregue ao franqueado com antecedência mínima de dez dias antes da assinatura do contrato de franquia. Esse período é estabelecido por lei (Lei Nº. 13.966) para garantir que o franqueado tenha tempo suficiente para analisar cuidadosamente todas as informações contidas na Circular de Oferta de Franquia. 

Assim, o franqueado tem a oportunidade de realizar uma análise minuciosa do negócio e buscar o apoio necessário, como consultoria jurídica, para tomar uma decisão consciente e informada.

Tipos de franquias existentes

Agora que você já sabe o que é franquia, saiba que existem diferentes tipos de franquias, cada uma com suas características e peculiaridades. As mais comuns são:

  • Franquias de produto: o franqueado vende produtos de uma marca específica, seguindo os padrões estabelecidos pela franqueadora.
  • Franquias de serviço: o franqueado presta serviços utilizando a marca, a metodologia e a expertise da franqueadora.
  • Franquias de formato: nesse tipo de franquia, o franqueado adquire um modelo de negócio completo, incluindo o layout da loja, processos operacionais e suporte da franqueadora.

Principais taxas de franquias

Ao investir em uma franquia, é comum que o franqueado pague algumas taxas para a franqueadora. As principais são:

  • Taxa de franquia: valor pago para obter o direito de utilizar a marca e os demais benefícios da franqueadora.
  • Royalties: taxa periódica paga pelo franqueado à franqueadora para obter suporte contínuo e o direito de utilização da marca.
  • Fundo de propaganda: valor destinado às ações de marketing e publicidade em benefício de toda a rede de franquias.

Vantagens das franquias

Investir em uma franquia oferece diversas vantagens para os empreendedores. Separamos as principais delas para você:

  • Modelo de negócio aprovado: como mencionado anteriormente, ao investir em uma franquia, você está adquirindo um modelo de negócio já testado e aprovado. Dessa forma, reduz-se os riscos e aumentam as chances de sucesso, pois você estará seguindo um caminho que já se mostrou eficiente.
  • Suporte e treinamento: conforme dissemos no tópico “o que é franquia”, as franquias oferecem um suporte contínuo aos franqueados, incluindo treinamentos iniciais, suporte operacional, assistência na escolha do local, orientação de marketing e muito mais. Assim, você pode contar com o apoio e a expertise da franqueadora para ajudá-lo a administrar o negócio de forma eficiente.
  • Reconhecimento da marca: ao investir em uma franquia, você estará trabalhando com uma marca já estabelecida e reconhecida no mercado. Isso facilita a atração de clientes, já que eles já estão familiarizados com a marca e confiam em sua qualidade.
  • Poder de negociação coletiva: fazendo parte de uma rede de franquias, você terá acesso a benefícios de poder de negociação coletiva. Ou seja, é possível obter melhores preços de fornecedores, melhores condições comerciais e compartilhar custos de marketing e publicidade com outros franqueados.
  • Acesso a conhecimentos e recursos: as franquias oferecem acesso a conhecimentos e recursos que seriam difíceis de se obter individualmente, incluindo pesquisas de mercado, desenvolvimento de produtos e serviços, estratégias de marketing comprovadas e sistemas operacionais eficientes.
  • Redução de riscos: as franquias têm uma taxa de sucesso geralmente maior do que os negócios independentes, uma vez que você está operando um modelo de negócio comprovado, recebendo suporte contínuo da franqueadora e se beneficiando da experiência coletiva da rede.

Números do franchising

O franchising no Brasil continua a apresentar um crescimento sólido e promissor. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o mercado de franquias brasileiro registrou um faturamento de mais de R$ 211 bilhões em 2022, representando um aumento de 14,3% em relação ao ano anterior. Esse resultado impressionante demonstra a resiliência e o potencial do setor, mesmo em meio a desafios econômicos.

Além disso, o franchising brasileiro continua a se expandir em termos de unidades franqueadas. Somente em 2022, o número de unidades chegou a aproximadamente 161 mil, um aumento de 8,8% em relação ao ano anterior. Essa expansão indica a confiança dos empreendedores em investir em franquias e a capacidade do modelo de negócio de se adaptar a diferentes setores e segmentos de mercado.

Outro dado relevante é o número de empregos gerados pelo franchising. Em 2022, o setor empregou mais de 2 milhões de pessoas, um aumento de 7% em relação ao ano anterior. Isso demonstra o impacto positivo das franquias na economia, proporcionando oportunidades de emprego e contribuindo para o crescimento do país.

Esses números são apenas uma amostra do potencial e da força do franchising no Brasil. Afinal, são vários os fatores que tornam esse setor uma opção sólida e lucrativa para empreendedores que buscam um negócio com menor risco e maior suporte.

Imagem de um homem trabalhando em um computador, sorrindo

Franquias: uma fórmula para o sucesso

Se você leu até aqui, entendeu o que é franquia e descobriu que investir em uma franquia é uma excelente opção para empreendedores que buscam um modelo de negócio seguro e promissor, não é mesmo?

Então, agora que você já sabe o que é franquia e pode estar considerando investir em uma, nossa dica é que você pesquise, faça uma análise cuidadosa e busque informações junto às franqueadoras. Assim, você poderá tomar uma decisão informada e embarcar nessa jornada empreendedora com mais confiança.

Além disso, também recomendamos que estude o máximo possível sobre o assunto. Por isso, te convidamos a dar uma conferida no nosso artigo completo sobre taxas de franquias.

Quais são e para que servem as taxas de franquias?

As taxas de franquias são componentes essenciais no franchising. Elas representam os valores pagos pelo franqueado à franqueadora e, assim, desempenham papel fundamental no funcionamento e no crescimento da rede de franquias.

Sabendo disso, se você tem interesse em investir nesse mercado, entenda que conhecer todas essas taxas – para que servem, como são calculadas, quando devem ser pagas etc. – é essencial. Afinal, esses valores devem estar inclusos no seu planejamento financeiro.

Por isso, preparamos este artigo com as principais informações sobre as taxas mais comuns, para que você entenda o propósito de cada uma delas antes de dar o primeiro passo. Continue lendo para conferir!

Principais taxas de franquias

Como mencionado anteriormente, as taxas de franquias são valores pagos pelo franqueado à franqueadora em diferentes momentos da relação contratual. Elas são estabelecidas pela Lei de Franquias e devem estar descritas na Circular de Oferta de Franquia (COF).

Essas taxas possuem objetivos diferentes e são calculadas de formas distintas. Entenda:

Taxa de franquia

A taxa de franquia é um valor único pago no momento da assinatura do contrato. Ela garante ao franqueado o direito de utilizar a marca, o conhecimento e todos os benefícios do modelo de negócio da franqueadora

A taxa de franquia é, na prática, um investimento inicial que contribui para cobrir os custos de treinamentos, suporte oferecido pela franqueadora, desenvolvimento de manuais e transferência do know-how para o franqueado.

Royalties

Os royalties são pagamentos regulares realizados pelo franqueado à franqueadora durante o período de vigência do contrato de franquia. Geralmente, são calculados como uma porcentagem fixa do faturamento bruto da unidade.

Com o objetivo remunerar a franqueadora pelo uso contínuo da marca, pelo suporte e pelo acesso a sistemas e tecnologias — além do benefício de fazer parte da rede de franquias —, os royalties são essenciais para sustentar e promover o crescimento do sistema de franquias.

Aqui está um exemplo de como calcular os royalties: 

  1. Verifique a porcentagem acordada: no contrato de franquia, deve haver uma cláusula que estipula a porcentagem dos royalties a ser paga pelo franqueado. Por exemplo, se a taxa acordada for de 5%, esse será o valor utilizado para o cálculo.
  1. Calcule o faturamento bruto: o franqueado precisa calcular o faturamento bruto da sua unidade durante um determinado período de tempo, geralmente um mês. Isso inclui todas as receitas geradas pela venda de produtos ou serviços, antes de qualquer dedução.
  1. Aplique a porcentagem de royalties: multiplique o faturamento bruto pelo percentual de royalties acordado. Por exemplo, se o faturamento bruto for de R$ 50.000,00 e a taxa de royalties for de 5%, o cálculo será: R$ 50.000,00 x 5% = R$ 2.500,00.
  1. Determine o valor a ser pago: o resultado obtido no cálculo anterior representa o valor a ser pago pelo franqueado referente àquele período considerado. Essa quantia geralmente é paga mensalmente, de acordo com as datas estipuladas no contrato.

É importante ressaltar, no entanto, que cada contrato de franquia pode ter suas particularidades e maneiras de calcular os royalties. Portanto, é fundamental verificar as cláusulas contratuais para entender como o valor será calculado, além de quaisquer outras condições adicionais que possam interferir.

Fundo de propaganda

O fundo de propaganda é uma taxa cobrada pela franqueadora com o intuito de financiar ações de marketing e publicidade em benefício de toda a rede de franquias. 

Essa taxa é utilizada para desenvolver campanhas publicitárias, materiais promocionais, ações de marketing digital e outras estratégias que visam fortalecer a marca e aumentar a visibilidade das unidades.

O fundo de propaganda é uma maneira eficiente de investir coletivamente em publicidade, obtendo melhores resultados a um custo menor.

Outras taxas

Além das taxas mencionadas acima, existem outras taxas de franquias menos comuns. Entre elas, destacam-se:

  • Taxas de sistemas: essa taxa pode ser cobrada pela franqueadora para permitir que o franqueado utilize sistemas informatizados e tecnologias específicas da rede. Os sistemas podem incluir softwares de gestão, plataformas de vendas online, programas de controle de estoque, entre outros. As tarifas de sistemas geralmente são estabelecidas para cobrir os custos de desenvolvimento, manutenção e suporte.
  • Taxas de serviços: essas taxas podem abranger trabalhos adicionais fornecidos pela franqueadora para o franqueado, incluindo treinamentos extras, suporte técnico especializado, consultorias específicas ou outros serviços personalizados que não estão inclusos nas taxas regulares. Essas tarifas são estabelecidas com base nos custos associados à prestação desses serviços adicionais.
  • Taxa de renovação: essa taxa é cobrada quando o contrato de franquia chega ao fim e o franqueado decide renová-lo para continuar operando a unidade. Estabelecida para cobrir os custos administrativos e legais associados ao processo de renovação do contrato, essa tarifa geralmente é menor do que a taxa de franquia e pode ser negociada entre as partes envolvidas.

Taxas de franquias: investimento no negócio

Imagem de quatro cubos de madeira com desenhos de empresas, sendo que o último está sendo "virado" para uma face que representa dinheiro

Neste artigo, você pôde entender como as taxas de franquias são importantes para o franchising, permitindo que as redes de franquias se fortaleçam no mercado, ofereçam suporte completo aos franqueados e tenham um crescimento saudável.

Agora, se o seu próximo passo é escolher a franquia certa para você, te convidamos a saber mais sobre as franquias automotivas, um segmento que tem se destacado no franchising nos últimos anos e que oferece inúmeras vantagens aos empreendedores.

Saiba tudo isso e muito mais no nosso texto de blog “Franquia automotiva: conheça a Bono Pneus e saiba por que investir“.

Royalty franquia: entenda o que é e como é cobrado

Se você já pensou em abrir um negócio, provavelmente parou para analisar os custos necessários. No caso de pessoas que visam as franquias, uma das principais dúvidas está relacionada às taxas do franchising. Afinal, algumas delas são exclusivas desse modelo de negócio e cobradas de forma recorrente.

Entre essas taxas, as mais comuns são a taxa de franquia, o fundo de propaganda e os royalties, além de outras cobradas com menos frequência.

Pensando nisso, separamos as principais informações sobre o royalty franquia neste texto. Quer saber mais e entender para que serve essa taxa tão famosa? Então, continue a leitura.

Royalty franquia: o que é?

Os royalties de franquias são taxas pagas pelos franqueados à franqueadora de forma recorrente para a utilização da marca, a comercialização dos produtos ou serviços e a garantia de suporte ao longo do período de contrato. Eles geralmente são cobrados mensalmente, mas essa periodicidade pode variar.

Em outras palavras, o royalty franquia é basicamente o valor cobrado para que o franqueado tenha direito ao uso da marca registrada (um dos principais atrativos do franchising) e acesso ao know-how da franqueadora, além de ser uma forma de “financiar” as operações para o desenvolvimento da marca, como:

  • aprimoramento da marca;
  • treinamentos contínuos;
  • investimentos em novos produtos e serviços;
  • melhoria das equipes de suporte, marketing etc.

Portanto, o franqueado também colhe os benefícios desse investimento, responsável por oferecer uma marca cada vez mais qualificada e um suporte cada vez mais aprimorado.

É importante lembrar, no entanto, que os royalties de franquias são apenas um dos “nichos” dessa taxa, já que os royalties, no geral, não são exclusividade do franchising. Esse é um conceito amplo e já utilizado há muito tempo em diversos setores do mercado, como o artístico. Porém, o conceito é o mesmo em todos eles: uma pessoa ou entidade paga pelo direito de usar um bem, uma marca, uma propriedade intelectual etc.

Como ele é cobrado?

A cobrança do royalty franquia varia de acordo com as cláusulas estabelecidas em cada contrato, bem como com o segmento da marca. Franqueadoras de serviços, por exemplo, costumam ter taxas de 5% a 10%, enquanto aquelas que precisam fabricar os produtos e enviar aos franqueados possuem taxas maiores.

De qualquer forma, o royalty pode ser cobrado de duas formas:

  • taxa fixa, ou seja, o valor pago é o mesmo todas as vezes, sendo registrado em contrato;
  • percentual sobre as vendas brutas da unidade, sendo um valor variável de acordo com o faturamento do período em questão e o percentual pré-estabelecido.

Mãos de um homem operando uma calculadora com uma caneta

O que a Lei de Franquias diz sobre os royalties?

Os royalties estão descritos na Lei de Franquias (Lei Nº. 13.996/2019) como “remuneração periódica pelo uso do sistema, da marca ou em troca dos serviços efetivamente prestados pelo franqueador ao franqueado”, conforme falamos ao longo do texto.

Um ponto importante é que a lei não estabelece modelos ou padrões obrigatórios para que o royalty franquia seja cobrado, como um valor mínimo ou máximo, forma de pagamento ou periodicidade. Cabe à franqueadora analisar e definir todos esses pontos, de acordo com seu modelo de negócios e seu plano de expansão.

Porém, a legislação é clara em exigir a apresentação dos royalties dentro da COF (Circular Oferta de Franquia), de forma que o franqueado conheça todas as taxas antes de assinar o contrato.

Qual a diferença dos royalties para outras taxas de franquias?

Como dissemos no início do texto, existem outras taxas comuns no franchising, além do royalty franquia. São elas:

Taxa de franquia

A taxa de franquia é um pagamento que acontece apenas uma vez: na assinatura do contrato. Ela diz respeito à concessão do uso da marca pelo franqueado, ou seja, é parte do investimento inicial quando se investe em uma franquia.

Assim como na taxa de royalty franquia, não existe uma regra em relação aos valores. Algumas franqueadoras, por exemplo, optam por inserir nessa taxa alguns gastos que são comuns ao início de uma operação, como prospecção de clientes, treinamentos iniciais, auxílio na escolha do ponto comercial, entre outros serviços.

Note que a diferença principal entre royalties e taxa de franquia é em relação ao tempo do uso. A taxa de franquias é a concessão inicial da marca, suporte e serviços da franqueadora, enquanto a taxa de royalties diz respeito ao uso dessa marca durante todo o tempo de contrato.

Taxa de publicidade

A taxa de publicidade geralmente diz respeito a um fundo comum financiado pela franqueadora e por franqueados para campanhas publicitárias. Essa prática é comum, pois se entende que a franqueadora tem uma estrutura maior para potencializar o alcance da marca, beneficiando também as unidades.

Assim como os royalties de franquias, pode ser um valor fixo pago periodicamente ou uma taxa em cima do faturamento mensal de cada unidade.

Qual franquia escolher?

Agora que você já entendeu o que é o royalty franquia, como ele é cobrado e qual a diferença dele em relação às demais taxas do franchising, está pronto para ir para o próximo passo: escolher a franquia que mais atende às suas expectativas.

Já pensou em uma unidade do setor de serviços automotivos? Esse é um segmento seguro, rentável e em plena ascensão no mercado. Quer saber mais? Então, acesse o nosso texto sobre franquia automotiva.

Franquia automotiva: conheça a Bono Pneus e saiba por que investir

As franquias têm se mostrado, cada vez mais, um modelo de negócio promissor e vantajoso para quem quer empreender no Brasil. Para se ter ideia, segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor faturou mais de R$ 211 bilhões em 2022, um crescimento de 14,3% em relação a 2021.

Dentro desse mercado, no entanto, existem muitos segmentos de atuação, que vão da alimentação à beleza, contemplando todas as necessidades dos consumidores. Isso pode causar dúvidas sobre qual a melhor área para investir.

Sabendo disso, neste texto vamos falar sobre a franquia automotiva, um segmento extremamente em alta e com demanda constante, além de te apresentar todas as vantagens que fazem da Bono Pneus a marca ideal para você. Quer conferir tudo? Então, continue a leitura!

Franquias: ótimas opções de investimento

No geral, o franchising brasileiro vem registrando forte crescimento nos últimos anos – em faturamento, quantidade de unidades, empregos gerados e muitos outros índices. Entre os motivos para o sucesso desse setor, podemos citar:

  • Suporte aos franqueados durante a instalação das unidades e no dia a dia operacional, nas áreas de finanças, administração, marketing etc.
  • Marcas consolidadas no mercado, facilitando a aquisição e a fidelização de clientes nas unidades.
  • Modelo de negócio testado e aprovado, garantindo mais segurança aos franqueados e menor risco de fechamento do negócio.
  • Economia em escala, já que as franqueadoras geralmente têm parcerias comerciais com distribuidores, serviços de transporte etc.
  • Serviços de marketing especializados feitos pela própria franqueadora para divulgação e fortalecimento da marca.

Segmento de franquia automotiva

Mãos segurando um pneu

Entre os vários segmentos do franchising, o de franquia automotiva ganha destaque. Entenda o que torna esse mercado promissor:

Clientes em potencial

Segundo dados da Secretaria Nacional de Trânsito do Ministério da Infraestrutura, até a metade de 2022, o Brasil contabilizava mais de 110 milhões de veículos, sendo:

  • 59,2 milhões de automóveis (53,1% do total);
  • 24,7 milhões de motos (22,2% do total);
  • 8,7 milhões de caminhonetes (7,8% do total).

Vale destacar, ainda, que esses dados consideram apenas os veículos licenciados, o que indica que a quantidade tende a ser maior, já que muitos rodam irregularmente. 

Dessa forma, esses números comprovam a quantidade de potenciais clientes do setor automotivo, já que além das manutenções preventivas – realizadas periodicamente pelos proprietários –, ainda há os serviços corretivos.

Demanda de serviços

Como visto acima, esses milhões de veículos rodando pelo Brasil apresentam uma grande demanda por serviços automotivos. Para se ter ideia, segundo o Sindirepa (Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo), em 2021 esse mercado movimentou R$ 68,7 bilhões, sendo 63% desse valor gasto com peças de reposição e 37% com mão de obra.

Crescimento recorrente

De acordo com dados da ABF, o segmento de serviços automotivos tem registrado aumento de faturamento nos últimos anos. De 2020 para 2021, por exemplo, o faturamento cresceu 8,9%, passando de R$ 5,9 bilhões para R$ 6,5 bilhões. Já de 2021 para 2022, o crescimento foi de 5,1%, passando de um faturamento de R$ 6,5 bilhões para 6,8 bilhões.

Variedade de serviços

O setor de franquia automotiva apresenta uma variedade de possíveis serviços, como:

  • mecânica;
  • troca de óleo e lubrificantes;
  • venda e troca de pneus;
  • vistorias;
  • sistemas elétricos;
  • funilaria.

Ou seja, as franquias automotivas são um mercado com amplas oportunidades na prestação de serviços e na venda de produtos, levando em conta a grande frota de veículos do Brasil e, consequentemente, a alta demanda.

Conheça a Bono Pneus

Foto de um colaborador da Bono Pneus avaliando um veículo

A Bono Pneus é uma rede de franquia automotiva completa que há três décadas oferece serviços e produtos automotivos undercar de qualidade a clientes espalhados por todo o Brasil.

A empresa começou em Campinas, em 1992, e rapidamente começou a se expandir, tornando-se a primeira franquia multimarcas de pneus do Brasil, em 2000. 

Com o sucesso do nosso modelo de franquias, hoje a Bono Pneus conta com mais de 60 unidades espalhadas por 11 estados brasileiros, com modelos de lojas instaladas, inclusive, em shoppings e hipermercados.

Somos uma franquia associada à ABF, sendo reconhecida por vários anos consecutivos com o selo de excelência em franchising, concedido às marcas que se destacam no setor. Além disso, estamos entre as melhores franquias do Brasil, de acordo com a revista Pequenas Empresas e Grandes Negócios.

Selos de Premiações no setor de franquias

Nossos produtos e serviços

Nossas unidades oferecem produtos e serviços undercar de primeira linha, ou seja, todos os tipos de serviços realizados na parte inferior do veículo. Isso envolve:

  • alinhamento;
  • balanceamento;
  • bateria;
  • embreagem;
  • escapamento;
  • freios;
  • higienização de ar-condicionado;
  • injeção eletrônica;
  • pneus, incluindo remold, com selo do Inmetro;
  • suspensão;
  • troca de óleo, inclusive de câmbio automático.

Suporte total aos franqueados

Na Bono Pneus, oferecemos suporte completo aos franqueados, desde a escolha do ponto comercial até as operações diárias da unidade, como negociação com fornecedores e treinamentos regulares. Tudo isso possibilita um faturamento médio mensal de R$ 300 mil.

Além disso, contribuindo para o sucesso das unidades e para a fidelização de milhares de clientes está a transparência da nossa marca com os consumidores, que vai desde o atendimento até a qualidade garantida dos serviços e produtos – todos das melhores marcas do mercado, como Continental, Pirelli, Michelin, Bridgestone, Firestone e Dunlop.

Foto de uma unidade da Bono Pneus

Saiba mais sobre a Bono Pneus

Como você pôde ver, o franchising brasileiro está em pleno crescimento e o segmento de franquia automotiva é repleto de vantagens para você que quer investir em um negócio seguro e rentável, como a Bono Pneus.

Quer saber mais sobre a nossa marca? Visite a nossa página e preencha o formulário para receber o contato dos nossos especialistas em franquias.

De olho no crescimento: Bono Pneus inaugura mais uma loja, agora em Itu/SP

Cada nova inauguração comprova que crescimento é a nossa marca! A cidade de Itu pode comemorar a chegada da Bono Pneus, uma das maiores redes de franquias multimarcas de pneus e serviços undercar.  A nova unidade oferece à cidade e região a opção que faltava em serviços e manutenção para carros.O projeto de inauguração de lojas da Bono Pneus contribui, e muito, para o desenvolvimento social e econômico do Brasil, levando oportunidades de emprego, crescimento e geração de renda através dos seus colaboradores, clientes e fornecedores. Essa é a nossa missão!Localizada na Avenida Dr. Ermelindo Maffei, 539, no bairro São Luiz, a loja possui amplo espaço para receber seus clientes com conforto, segurança e praticidade, além de garantir serviços e manutenção para moradores e todas as pessoas que trafegam pelo local.A abertura da nova unidade comprova o sucesso da marca e sua força no setor automotivo brasileiro, atuando em 12 estados. Em potencial crescimento, a Rede Bono Pneus quer expandir os negócios para os demais estados do País, tendo pela frente 14 áreas para explorar, além de manter-se forte em regiões onde já possui unidades de sucesso.Até 2022 a Bono Pneus pretende alcançar a marca de 100 franquias no Brasil. Atualmente mais de 60 integram a rede de franquias.

Sobre a Bono A rede Bono Pneus possui mais de 25 anos de experiência em serviços automotivos, oferecendo aos seus clientes um suporte técnico qualificado e um centro automotivo completo e multimarcas de pneus. Nas lojas Bono o cliente encontra tudo que o carro necessita em produtos e serviços undercar, e com a facilidade de ter tudo em um único local.

Bono Pneus inaugura loja no Parque D. Pedro Shopping

A Bono Pneus, uma das maiores redes franquias multimarcas de pneus, acaba de inaugurar mais uma loja na cidade de Campinas, no Parque D. Pedro Shopping, visando oferecer um ponto acessível aos clientes.Localizada na área externa do Shopping D. Pedro, mais precisamente na região das Colinas, em frente ao Centro de Convenções, a ampla loja oferece conforto, segurança e praticidade aos clientes da região e aos usuários do shopping que necessitam de serviços e manutenção para o carro.A abertura da nova unidade comprova o sucesso da marca e sua força no setor automotivo brasileiro, atuando em 12 estados.  Em potencial crescimento, a Rede Bono Pneus quer expandir os negócios para os demais estados do País, tendo pela frente 14 áreas para explorar, além de manter-se forte em regiões onde já possui unidades renomadas.Até 2022 a Bono Pneus pretende alcançar a marca de 100 franquias no Brasil. Atualmente mais de 60 integram a rede de franqueados. O Parque D. Pedro Shopping está situado na Avenida Guilherme Campos, 500, no bairro Jardim Santa Genebra. 

Sobre a Bono

A rede Bono Pneus possui mais de 25 anos de experiência em serviços automotivos, oferecendo aos seus clientes um suporte técnico qualificado e um centro automotivo completo e multimarcas de pneus. Nas lojas Bono o cliente encontra tudo que o carro necessita em produtos e serviços undercar, e com a facilidade de ter tudo em um único local.